Domingo, 17 de Outubro de 2021
foto: Clebert Gustavo

Na Catedral, missa lembrou o dia da padroeira da Diocese de PG

16/09/2021 às 13:15

“Alegra-te, Jerusalém, porque o Santo de Israel está no teu meio. Alegra-te, Ponta Grossa, no teu dia, porque o Senhor teu Deus está no teu meio! Ele está no meio de nós. Essa é a grande mensagem que a festa da Mãe da Divina Graça nos propõe. Deus presente. Mãe peregrina na fé desde o seu primeiro sim”. Com essas palavras, o bispo Dom Sergio Arthur Braschi enalteceu, ontem (15), a alegria e o coração cheio de ação de graças na união de toda a Diocese no momento de celebrar sua padroeira.

Realizada na Catedral Sant’Ana, às 19 horas, a missa foi concelebrada pelo pároco da Paróquia Sant’Ana, padre Antônio Ivan de Campos, e pelo diácono Dyego Quadros, e, simbolizou todas as celebrações ocorridas pelo território diocesano neste dia 15, como o solicitado pelo bispo Dom Sergio e que mereceu a elaboração de um subsídio pela Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral, especialmente criado para a solenidade, com sugestões de cantos e orientações quanto à Liturgia. Em todas as paróquias, as leituras e orações desta quarta-feira fizeram menção ao dia da padroeira da Diocese, a Mãe da Divina Graça, festa que se pretende seja celebrada efusivamente todos os anos.

Em sua homilia, Dom Sergio lembrou que Maria representou todo o ardor e toda a esperança de Israel. “Não somente na Anunciação que Maria deu seu sim, mas vinha dando durante toda a sua meninice o sim da fé. Peregrinação que desabrocha no ‘cumpra-se em mim a Sua Palavra’. Reparamos nas leituras da festa de hoje, repetidas vezes, que o senhor Deus está com Maria. Voltemos para casa tendo essa firme certeza na fé. Deus está conosco. Nada tememos. Enfrentemos a peregrinação da fé como Maria, que viveu continuamente peregrinando”, ressaltou o bispo, destacando a prontidão de Nossa Senhora em ver cumprida a Palavra.

“E, assim, Deus está no meio de nós. Jamais Deus esteve tão presente a ponto de ser reconhecido com feições de homem. É Jesus de Nazaré, o filho de Maria, a graça em pessoa. A palavra graça quer dizer muitas coisas, misericórdia, amor, perdão, vida divina – graça santificante que recebemos no batismo – e Maria é reconhecida pelo anjo como ‘cheia de graça’. Obrigada Maria, porque na festa deste ano, em que caminhamos celeremente para os 200 anos da nossa paróquia-mãe, e em que caminhamos a passos largos aos 100 da nossa Diocese, em 2026, com vós aprendemos e nos fortificamos. Também nós peregrinamos na fé, nos certificamos que o Senhor está nessa cidade, está no meio de nós, está presente, caminha conosco, com as famílias”, agradeceu Dom Sergio

 

da Assessoria