Quinta-feira, 09 de Dezembro de 2021
foto: Clebert Gustavo

Pesquisa aponta satisfação do munícipe com o programa Feira Verde

24/11/2021 às 16:57

A Faculdade Sagrada Família, através de sua Empresa Júnior formada pelos cursos de Administração, Pedagogia e Ciências Contábeis, apresentou nesta semana, um relatório sobre uma pesquisa realizada sobre o Feira Verde, ação promovida pela Prefeitura. Os dados apontam altos índices de satisfação dos usuários do Programa em diversos fatores.

A prefeita Elizabeth Schmidt comemora o resultado da pesquisa. Para ela, o Feira Verde cumpre dois papéis de extrema importância no contexto atual. Primeiramente a garantia da segurança alimentar para as pessoas em vulnerabilidade social, mas também a certeza que os materiais recicláveis terão a correta destinação. “Buscamos atender com excelência. Com a apresentação destes dados, concluímos que estamos cumprindo com o objetivo. Porém, continua sendo prioridade manter este índice de satisfação conquistado”, disse a prefeita.

A pesquisa questionou sobre os meios de divulgação do Programa e 95,4% dos entrevistados relataram conhecer plenamente ou parcialmente as regras do Feira Verde, enquanto 95,4% dos entrevistados se declararam muito satisfeitos e satisfeitos com os horários de atendimento. Quando questionados sobre a qualidade dos produtos trocados por materiais, 99,4% dos atendidos consideraram-se muito satisfeitos ou satisfeitos com os alimentos disponibilizados.

O secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Bruno Costa, responsável pelo Feira Verde, comenta que a origem dos alimentos também reflete na qualidade. Ele lembra que o Programa compra de 86 propriedades, envolvendo mais de 250 produtores da agricultura familiar de Ponta Grossa. Do público entrevistado, 97,4% entende que é importante o Programa fomentar a agricultura familiar. “Desta forma, fortalecemos o setor na cidade e temos a garantia de produtos frescos de qualidade para a população que mais precisa”, comenta Costa, que elogia o resultado da pesquisa por traçar um perfil do usuário do Feira Verde e agradece a FASF pelo trabalho realizado sem custo ao Município.

O professor Silvano Luiz da Silva, dos cursos de Administração e Ciências Contábeis, responsável pela pesquisa, comenta que conforme foi constatado pelas respostas dos atendidos pelo Programa, foi notada uma satisfação com relação à divulgação, produtos e serviços. “Fato este que mostra que o programa vem atingindo de maneira positiva o seu objetivo, possibilitando com que famílias com renda de até dois salários mínimos tenham alimentos saudáveis e frescos à mesa, ocasionando uma alimentação nutritiva e saudável”, avalia Silva.

Ainda de acordo com o relatório, 87,5% das famílias têm de um a cinco integrantes, enquanto 11,7% são famílias maiores, de seis a oito pessoas. Com relação à renda familiar, 98.7% dos entrevistados recebem de zero a dois salários mínimos. A pesquisa foi feita entre os dias 18 a 29 de outubro e foram coletadas 154 entrevistas. No levantamento e tabulação dos dados participaram seis membros da da Empresa Júnior da Faculdade Sagrada Família.

Feira Verde em 2021

O Programa atende cerca de 9 mil pessoas, 4,5 mil famílias, em torno de 350 mil kg de recicláveis arrecadados por mês e aproximadamente 2 mil pneus. São 80 mil kg de alimentos entregues nos bairros, por mês, para pessoas em vulnerabilidade social, em troca de recicláveis. O Feira Verde conta com 209 pontos de troca espalhados pela cidade.

Neste ano, o Feira Verde começou a disponibilizar leite, ovos e mel para os usuários, como também iniciou o Vale-Gás que já trocou por recicláveis, mais de 2 mil recargas de gás de cozinha para os munícipes que comprovaram a necessidade através de cadastro na Prefeitura ou que são atendidos em algumas modalidades de programas sociais.

da Assessoria