Quinta-feira, 09 de Dezembro de 2021
foto: Clebert Gustavo

Plauto confirma repasse de R$ 2 milhões para asfaltar o Distrito Industrial

24/11/2021 às 15:34

O dinheiro necessário para a pavimentação de ruas do Distrito Industrial de Ponta Grossa já foi empenhado pela Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (SEDU). Com isso, a prefeitura de Ponta Grossa pode iniciar o processo de licitação. O recurso foi mais uma conquista do deputado Plauto Miró Guimarães Filho junto ao governo do estado.

Ao todo, poderão ser investidos até R$ 2 milhões na recuperação e na pavimentação das ruas Guilherme Wiecheteck e Salma Faiad, a partir da Avenida Continental até a Carlos Gomes. As duas vias são consideradas de alta relevância para o trânsito de veículos dentro do perímetro ocupado por dezenas de empresas.

A reivindicação da obra foi feita ao deputado pelo Núcleo das Indústrias de Ponta Grossa (NDI), órgão da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG), no início do ano. Além de melhorar a fluidez do tráfego, principalmente de caminhões, o objetivo é deixar a área ainda mais atrativa para receber novas empresas que possam trazer mais empregos para a cidade.

O coordenador do NDI, Otto Ferreira Neto – que atua no projeto de desenvolvimento do Ecossistema Industrial de Ponta Grossa, com meta de tornar a cidade o maior centro logístico industrial do sul do Brasil até 2043 –, afirma que a estruturação do Distrito Industrial é fundamental para alcançar essa marca. “O senso de cidadania do deputado contribui muito para o setor que é responsável por boa parte da geração de riquezas da nossa cidade”, afirma Otto.

Para Plauto, a necessidade de apoiar a reivindicação dos empresários e dos trabalhadores da área é fundamental, pois isso torna Ponta Grossa cada vez mais propensa a receber novas indústrias. “O Distrito Industrial merece atenção, afinal é um dos maiores geradores de empregos e também de impostos da cidade. E o que estiver ao meu alcance para promover o desenvolvimento local e regional, eu farei”.

 

da Assessoria