Quinta-feira, 25 de Abril de 2024

Ponta Grossa poderá ter ‘bandeira laranja’ no combate ao coronavírus, adianta Rangel

2020-07-21 às 09:53

Na manhã desta terça-feira (21), o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, e o médico Rodrigo Manjabosco, secretário-adjunto da Fundação Municipal de Saúde comentaram a evolução da Covid-19 no município. Eles alertaram ainda que Ponta Grossa pode passar para a ‘bandeira laranja’.

“A FMS tem observado nos últimos dias um aumento crescente no número de casos de coronavírus no município. Existe um número expressivo de casos leves, mas também se observou nos últimos dias um aumento no número de pacientes em estado grave, o que tem levado vários ponta-grossenses a ocuparem os leitos do Hospital Regional e outros hospitais conveniados”, relatou Manjabosco. 

O médico destacou que existe a possibilidade de falta de leitos de UTI se não houver apoio da população. “A avaliação é que estamos realmente no pico da doença e vamos passar por semanas difíceis. A população vai ter que tomar uma consciência muito forte para que a doença desacelere e o município não venha a ter problemas de falta de leitos ou até mesmo de desassistência às pessoas que necessitam de atendimento”, alerta.

“Ontem (20), com acompanhamento da evolução dos casos leves e graves na UPA da Santa Paula, que faz a triagem para o Hospital Universitário, nós constatamos que infelizmente a doença avançou nesta semana”, reforçou Rangel.  

O prefeito enfatizou que a rápida evolução nos últimos dias. “Nós já temos pacientes nas unidades novas de Covid-19 do Hospital Universitário e, se continuar assim, nós vamos chegar rapidamente àquele número preocupante que nós tivemos na semana passada quando as UTI chegaram ao limite da capacidade de atendimento”, lembra.

“A cidade vai para a ‘bandeira laranja’ sem dúvida nenhuma. Se continuar desse jeito, não vai ter o que fazer”, adiantou Rangel. Atualmente, Ponta Grossa está ‘bandeira amarela’, o que indica estado de alerta para evitar a contaminação pelo coronavírus. De acordo com o prefeito, a ‘bandeira laranja’, indica mais risco de contrair a Covid-19 e a necessidade de medidas mais restritivas. Entre as estratégias que podem ser adotadas está o escalonamento do comércio de rua com a abertura das lojas em dias alternados.

As declarações foram dadas durante o ‘Programa Nilson de Oliveira’, comandado por Rangel na Rádio Mundi FM.