Domingo, 26 de Maio de 2024

Ponta Grossa tem 17 pacientes curados do novo coronavírus

2020-05-15 às 11:21

O número de pessoas recuperadas da infecção pelo novo coronavírus em Ponta Grossa chega a 17, o número total de casos é 29. Dos pacientes com Covid-19, dois estão em leitos clínicos e outros 15 estão em isolamento domiciliar e monitorados pela equipe de epidemiologia da Fundação Municipal de Saúde.

As informações foram dadas pelo prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, durante o ‘Programa Nilson de Oliveira’, transmitido pela Rádio Mundi FM na manhã desta sexta-feira (15).

“Eu contesto esse tipo de divulgação no Brasil do número acumulado de infectados que o Ministério da Saúde adotou para todo o país”, afirma Rangel em relação aos boletins que mostram o número de pacientes contaminados pelo coronavírus desde o início da pandemia. “Em Ponta Grossa, nós tivemos 29 casos, mas 17 estão curados. Ou seja, eles estão trabalhando e voltaram à vida normal”, destaca.

Rangel lembra que alguns estudos mostram que quem já contraiu a doença adquire imunidade contra o coronavírus. “Inclusive esses pacientes que já se curaram estão imunes de pegar a doença novamente. Então, não são 29. O número correto é o de infectados com o vírus ativo, ou seja, aqueles pacientes que podem transmitir a doença. Dá a impressão que os 29 estão por aí infectando outras pessoas ou que poderiam infectar outras pessoas”, enfatiza. 

Momento ainda inspira cuidado

O secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, que também participa do programa reforçou o bom desempenho do estado no combate à pandemia.  “No Brasil, 844 pessoas morreram ontem (14) vítimas da Covid-19 e no Paraná apenas duas. Ou seja, o Paraná quase não colaborou com esse número altíssimo do país”, comemora.

Entretanto, Sandro Alex alerta que o momento ainda inspira cuidado e o número de casos de Covid-19 avança no interior. “Os municípios do interior estão passando por aquele momento difícil que as cidades maiores passaram lá no início da pandemia. Continuem com atenção neste momento mais difícil do Paraná em que começa a somar os números do interior também”, pede.