Domingo, 19 de Maio de 2024

Quem promover festas poderá responder por crime contra a saúde pública, alerta Rangel

2020-05-18 às 08:26

Na manhã desta segunda-feira (18), o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, criticou as pessoas que estão promovendo festas e reuniões, ainda que apenas com amigos e familiares mais próximos, e reforçou a importância do distanciamento social no combate à pandemia de coronavírus.

Estão sendo abertos inquéritos para investigar festas realizadas recentemente Curitiba, Guarapuava e Prudentópolis. De acordo com a delegada Aline Manzatto, da Delegacia de Repressão a Crimes contra a Saúde (Decrisa), os responsáveis podem responder por infração de medida sanitária preventiva podendo também responder por apologia ou incitação ao crime. “O intuito é defender a própria sociedade de uma situação que coloque em risco a vida da população”, justifica.

“O que está acontecendo é que não precisa de decreto para ter detenção, porque colocar a vida também está previsto no código penal”, explica Rangel. O prefeito reforçou a importância da população denuncie se tiver conhecimento de festas e reuniões que podem vir a ocorrer. 

As declarações foram dadas durante o ‘Programa Nilson de Oliveira’, comandado pela Rádio Mundi FM.