Segunda-feira, 27 de Maio de 2024

Rangel propõe ações para permitir a reabertura dos shoppings centers de PG

2020-04-20 às 10:17

Nesta segunda-feira (20), o prefeito Marcelo Rangel utilizou o programa diário que mantém na Rádio Mundi FM para explicar para a população porque não foram flexibilizadas as restrições impostas às academias, shoppings centers, galerias comerciais e igrejas.

Rangel explicou que o fechamento deste tipo de estabelecimento comercial foi imposto pelo decreto 4.301/20 emitido pelo Governo do Estado no dia 19 de março. 

“Nós vamos cumprir o decreto estadual. Quando tiver alteração no decreto estadual, estaremos alterando também automaticamente em Ponta Grossa. Enquanto não houver mudança no decreto estadual, não muda absolutamente nada em Ponta Grossa”, enfatiza.

De acordo com o prefeito, existe a expectativa de que o governador Carlos Massa Ratinho Junior faça algumas mudanças e flexibilize as restrições para alguns tipos de segmentos ainda nesta semana. 

 “O estado todo está seguindo as orientações do governador Ratinho Junior até mesmo para que o Paraná possa se tornar um modelo de exemplo de combate à pandemia e estamos indo relativamente bem. Nossos números são melhores do que os do Nordeste e de estados vizinhos como Santa Catarina e Rio Grande do Sul”, avalia. 

Rangel lembrou que o Governo do Estado já advertiu que, caso os números de casos de coronavírus no Paraná, saiam da expectativa o decreto estadual poderá ser ainda mais restritivo. 

Ações podem permitir reabertura dos shoppings centers

O prefeito aproveitou a oportunidade para propor ações que possam permitir a reabertura dos shoppings centers e galerias comerciais. Entre as sugestões estão a obrigatoriedade do uso de máscaras e barrar a entrada de crianças e adolescentes.

“Sou o maior incentivador de uma abertura do shopping, desde que as pessoas não vão lá para passear. Ou você vai lá para fazer compras ou para levar sua família para passear e, nesse momento, o passeio causa aglomeração e está condenado”, afirma 

Comércio não essencial em Ponta Grossa

Em Ponta Grossa, na última sexta-feira (17), o prefeito Marcelo Rangel emitiu um novo decreto flexibilizando as restrições para o comércio não essencial do município.

O funcionamento em escala do comércio continua, porém nos outros dias as lojas poderão atender os clientes com hora marcada. Restaurantes e lanchonetes agora poderão permitir duas pessoas por mesa, mas devem manter o espaçamento e continuam autorizados apenas os serviços à la carte e prato feito.

Entretanto, Rangel intensificou a fiscalização e as punições para empresas que não cumprirem as determinações. Os estabelecimentos que permitirem aglomerações, não adotarem medidas de prevenção e descumprirem as regras impostas pela Prefeitura Municipal terão suas portas fechadas por sete dias. “Nós não queremos fechar nenhuma empresa, mas se tiver abuso isso irá acontecer”, alerta.