Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022

Uso de máscara e distanciamento social também podem diminuir a letalidade da Covid-19, aponta estudo

21/07/2020 às 11:35

O uso de máscaras e distanciamento social podem não só diminuir as chances de pegar o coronavírus, mas também de desenvolver complicações da Covid-19 e a letalidade da doença. A conclusão é de um estudo publicado, na tarde de ontem (20), pela Universidade de Oxford. Mais de 500 soldados suíços foram separados em dois grupos e, no grupo que seguiu distanciamento social, infectados não desenvolveram Covid-19. No grupo sem distanciamento, 30% tiveram complicações. 

“Sem os cuidados de prevenção, quando o vírus apareceu e as pessoas se infectaram, teve mais gente desenvolvendo complicações. Ou seja, não só pegando o vírus, mas tendo falta de ar e outros problemas. Isso dentro de um grupo jovem, atlético e saudável”, detalha o biólogo Átila Iamarino. Ele comenta que no grupo que estava usando máscara e adotando o distanciamento social, menos pessoas se infectaram com o vírus e quem se infectou não desenvolveu sintomas. 

Átila explica que o estudo demonstra que quem tem contato com uma quantidade maior do coronavírus pode desenvolver uma inflamação mais rápida e mais séria. “A quantidade de coronavírus com a qual a pessoa entra em contato pode ditar quais as chances de complicações e de desenvolver a doença. Com uma dose menor, o corpo tem tempo de responder e controlar o vírus muito bem, antes dele se instalar no pulmão e provocar uma inflamação séria, que é o que causa a Covid-19”, frisa.

De acordo com o biólogo, além de diminuir o número de internações e evitar que a superlotação nos hospitais, as medidas de prevenção também podem reduzir a mortalidade da doença. “Se for o caso, com máscara e distanciamento a gente também está reduzindo a letalidade da Covid-19, o que é fundamental para reduzir o número de vidas que vão ser perdidas daqui para frente antes que a gente tenha uma vacina”, enfatiza. 

“Esse resultado é fantástico e, se for replicado, pode mudar o curso da Covid-19. No mínimo diminuir internações já seria excelente. Mas se diminuirmos a letalidade também, o número de vidas em risco seria muito menor”, frisa. Ele acrescenta que o estudo reforça a necessidade de manter os cuidados de prevenção. “Isso só reforça para você: Fica em casa, usa a máscara, lava bem as mãos que a gente vai se proteger”, afirma.

Confira o vídeo divulgado pelo biólogo Átila Iamarino:

Imagem de destaque: Agência Estadual de Notícias