Domingo, 21 de Abril de 2024

Veja quais as idades, gêneros e cidades mais afetadas pelo Covid-19 no Paraná

2020-04-09 às 10:12
Laboratório Central do Estado – LACEN – Recepção de amostras para teste do Coronavirus. Curitiba, 01/04/2020 – Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O Paraná tem 402 pessoas com o novo coronavírus (Covid-19) na faixa etária entre 21 e 60 anos. Os adultos são os mais impactados até o momento, concentrando 73% dos 550 casos diagnosticados. Os registros já alcançaram 72 das 399 cidades do Estado (18%).

O levantamento epidemiológico foi feito pela Secretaria da Saúde depois do Estado atingir pico de 500 casos. No anterior, quando o Paraná ultrapassou 250 testes positivos, os adultos já despontavam entre a faixa etária mais atingida.

Os intervalos mais críticos são entre 31 e 40 anos, com 114 casos, e entre 51 e 60 anos, com 108 pessoas positivadas para a Covid-19. A faixa etária entre 41 e 50 anos registra 93 diagnósticos da doença, e aquela entre 21 e 30 anos reúne 87 casos. Também há 16 detectados entre crianças, adolescentes e jovens até 20 anos.

A população mais idosa (60 anos ou mais) concentra 129 casos. São 79 diagnósticos entre 61 e 70 anos, 36 entre 71 e 80 anos e 14 entre aqueles com mais de 81 anos.

O levantamento da Secretaria de Saúde aponta também que os homens são mais atingidos do que as mulheres, ainda que a diferença seja bem estreita: 279 x 271 casos.

BOLETIM – De acordo com o último boletim epidemiológico, o Estado tem 550 casos confirmados, 5.303 descartados e 333 em investigação. São 100 pacientes internados, 59 deles em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 41 em leitos clínicos.

ÓBITOS – O Paraná já registrou 17 mortes pela doença. O mais jovem era um homem de 37 anos, morador de Londrina; o mais idoso, também do sexo masculino, tinha 94 e era residente de Curitiba. São cinco óbitos entre pessoas de até 60 anos (29,5%) e 12 entre pacientes idosos (70,5%). Dos 17 óbitos, 11 eram homens e seis mulheres.

PRIMEIRO RAIO-X – No primeiro raio-x da doença, quando o Estado ultrapassou 250 casos, os adultos representavam cerca de 72% entre os positivados. Havia, até então, na última quinta-feira  (2), quatro mortes e 50 cidades (12,5%) com registros da doença.

CASOS

FAIXA ETÁRIA

0 – 10 anos – 3 casos – 0,5%
11 – 20 anos – 13 casos – 2,3%
21 – 30 anos – 87 casos – 15,8%
31 – 40 anos – 114 casos – 20,7%
41 – 50 anos – 93 casos – 16,9%
51 – 60 anos – 108 casos – 19,6%
61 – 70 anos – 79 casos – 14,3%
71 – 80 anos – 36 casos – 6,5%
81 – 90 anos – 12 casos – 2,1%
Mais de 91 anos – 2 casos – 0,3%
Não informado – 3 casos – 0,5%
Total: 550 casos

LABORATÓRIOS DOS CASOS POSITIVADOS
Laboratório Central do Estado – 330 testes positivos, entre mais de 5 mil já realizados
Demais laboratórios – 220 testes positivos

GÊNERO
279 homens
271 mulheres

CIDADES
Curitiba – 205 
Londrina – 59
Cascavel – 42
Foz do Iguaçu – 26
Maringá – 25 
Campo Mourão – 15
Cianorte – 13
Campo Largo – 10
Pinhais e São José dos Pinhais – 9

ÓBITOS

FAIXA ETÁRIA
31 – 40 anos – 1 caso – 5,8%
51 – 60 anos – 4 casos – 23,5%
61 – 70 anos – 4 casos – 23,5%
71 – 80 anos – 4 casos – 23,5%
81 – 90 anos – 3 casos – 17,6%
Mais de 90 anos – 1 caso – 5,8%
Total: 17 óbitos

GÊNERO
11 homens
6 mulheres

CIDADES
Campo Mourão – 4
Curitiba – 3
Londrina e Maringá – 2
Primeiro de Maio, Cianorte, Quatiguá, Santa Fé, Paranaguá e Cascavel – 1