Quinta-feira, 25 de Abril de 2024

Vítima de golpe, ponta-grossense perde 43 mil reais

2020-08-28 às 10:54

O 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM), pertencente ao 4º Comando Regional da PM (4º CRPM), orienta população sobre estelionato por telefone. Na terça-feira (25/08) uma mulher teve um prejuízo de R$ 43 mil após receber uma suposta ligação do banco informando que seu cartão teria sido clonado.


De acordo com a Oficial de Relações Públicas da unidade, tenente Jaíne Chaves de Oliveira, a mulher entrou em contato com a Polícia Militar após um homem levar todos os seus cartões. “A vítima relatou que recebeu uma ligação em seu telefone fixo, na qual um homem identificou-se como funcionário de um banco, questionando sobre uma compra com um dos cartões de crédito da vítima. Como ela desconhecia a compra, foi então informada que se tratava de clonagem de cartões, sendo necessário levar seus cartões até um laboratório de perícia”, contou.


Como a mulher não podia se deslocar até o laboratório, o homem informou que um funcionário do banco iria até a sua casa para fazer a coleta dos cartões. “Ela relatou à equipe que durante a ligação foram solicitadas senhas durante as confirmações de dados, o que facilitou a utilização do cartão posteriormente”, explicou a tenente Jaíne.

Ao fazer o contato com os bancos, foi constatado que os golpistas haviam gastado R$ 43 mil da vítima entre cartão de crédito e de débito.

“Nós também pedimos para que as pessoas orientem os seus familiares, principalmente os idosos, pois eles são a maioria das vítimas desse tipo de golpe”, explicou a tenente Jaíne. “Nós registramos cinco situações parecidas nas últimas semanas e em todas elas as vítimas eram idosas”, complementou.

Se a pessoa ligar para o 190 assim que receber a primeira ligação suspeita, a prisão desses golpistas podem ser feita. “Há umas duas semanas foi possível fazer a prisão de um suspeito, após a vítima entrar em contato com o filho, que é policial militar, continuaram com a negociação e, no momento da entrega do cartão, o suspeito foi abordado e preso”, finalizou.

Diante desse golpe, a Polícia Militar orienta:

– Ao receber uma ligação suspeita, mantenha a calma e desligue o telefone;

– Ligue para a central de relacionamentos do seu banco, através do número que consta atrás do seu cartão;

– Ligue para o 190 e informe o ocorrido;

– O banco nunca solicita para recolher cartão em sua residência;

– Nunca entregue seu cartão, mesmo que esteja cortado em várias partes;

– Jamais forneça sua senha por telefone;

– Quando possuir alguma dúvida, vá até sua agência bancária.

Imagens/informações: SESP.