Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Londrina tem mais de 3 mil postos de trabalho de saldo positivo no trimestre

2023-04-28 às 08:19
Foto: Emerson Dias/NCom Londrina

Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (27) pelo Ministério do Trabalho, Londrina teve um saldo positivo de 509 postos de trabalho em março. No acumulado do primeiro trimestre de 2023, já são 3.043 de saldo positivo no balanço da empregabilidade.

No terceiro mês do ano, foram 9.377 admissões frente a 8.868 desligamentos e o setor de serviços foi, novamente, o principal empregador com 522 de saldo. O primeiro trimestre teve saldo positivo em todos os meses. Em termos percentuais, a evolução relativa do mercado formal foi de 0,33% em março. No ano, esse crescimento alcançou 1,99% com todos os setores, com exceção do comércio, apresentando desempenho positivo.

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, enalteceu o trabalho integrado do poder público e da sociedade civil. “Se hoje Londrina vive um momento de confiança e prosperidade, foi por conta da união dos diversos atores da nossa cidade para criar um ambiente favorável para que esse movimento positivo acontecesse. Os dados positivos em diferentes setores, não apenas no mercado formal, nos dão convicção de que estamos no caminho certo”, afirmou.

Para o secretário do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos, o crescimento gradual e constante do número de trabalhadores com carteira assinada é uma tendência consolidada na cidade. “Se pegarmos 2022, o único mês em que não tivemos evolução do mercado formal foi o de dezembro, quando, historicamente, os desligamentos são realizados. Neste ano, em apenas três meses são três mil londrinenses inseridos em empresas cidade. Podemos comemorar não um acontecimento pontual, mas um fato concreto, que vem acontecendo desde o pós-pandemia, que é o crescimento do mercado de trabalho em Londrina”, explicou.

O presidente da Codel, Alex Canziani, lembrou que o percentual de empresas abertas na cidade nos últimos anos também acompanhou esse crescimento. “Segundo o Cadastro Mobiliário de Contribuintes, desde 2016, o número de empresas cadastradas na cidade cresceu 76%. É um número extremamente relevante e que, logicamente, impacta muito no número de oportunidades de emprego. Por isso, esse grande empenho em fazer com que os negócios locais se desenvolvam e também em atrair novos empreendimentos para Londrina”, concluiu.

da assessoria