Eduardo Bolsonaro é ironizado e tem entrevista cortada na Argentina ao defender porte de armas para civis | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Eduardo Bolsonaro é ironizado e tem entrevista cortada na Argentina ao defender porte de armas para civis

2023-10-23 às 10:44

Na Argentina para apoiar o candidato ultraliberal Javier Milei, que vai disputar o segundo turno das eleições à Presidência do país com o ministro da Economia Sergio Massa, o deputado Eduardo Bolsonaro (PL-RJ) teve sua entrevista à emissora argentina C5N interrompida neste domingo (22) ao defender o porte de armas para civis. As propostas defendidas por Milei em muito se assemelham ao que era difundido pelo pai do parlamentar, o ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro (PL).

“Quando estamos falando de armas de fogo, e veja que não é tão simples assim, não pode ter problemas com a polícia, com a Justiça, tem uma idade mínima. No Brasil, é necessário fazer um exame prático de disparo. Então, colocar adiante armas de fogo para os cidadãos significa dar condições de que tenham a legítima defesa, para que não sejam massacrados…”, dizia Eduardo Bolsonaro, quando a fala foi interrompida por jornalistas que participavam da transmissão.

O apresentador da emissora argentina, Gustavo Sylvestre, chegou a ironizar o ex-presidente por não conseguir se reeleger em 2022. “Quão generosa é a Argentina, e somos os argentinos, para receber esse tipo de gente. É por isso que se foi o seu pai, que os brasileiros, com lógica, o tiraram do poder, felizmente”, disse o jornalista.

leia a matéria completa no R7