Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Fábrica da Suzano recebe projeto de otimização do digestor

24/06/2022 às 11:00

Uma parceria da Suzano com a ANDRITZ, grupo internacional de tecnologia que oferece instalações, equipamentos, sistemas e serviços para indústrias, resultou no aprimoramento processual de um digestor na planta da fabricante de celulose localizada em Jacareí, na região do Vale do Paraíba, no Estado de São Paulo.

Valendo-se da solução Metris OPP (Optimization of Plant Performance – Otimização do Desempenho de Plant, em português), oferecido pela ANDRITZ, foi otimizado o digestor da fábrica, reduzindo o desvio padrão do número Kappa (um dos fatores mais importantes para a qualidade da celulose e a composição do papel) e aumentando a produtividade da fábrica de celulose.

Com a otimização processual realizada no digestor da fábrica, foi possível estabilizar o processo de cozimento e reduzir o uso de químicos, gerando economia financeira para a empresa. A adoção da solução oferecida pela ANDRITZ pela Suzano justificou-se pelo fato de que havia anteriormente, na fábrica, uma grande variabilidade de processo, com as malhas de controle convencionais operando de forma desintegrada, o que exigia a atuação constante do operador nos ajustes destas variações.

Para André Guimarães, Gerente Executivo da Produção de Celulose da Suzano em Jacareí, a criação de um modelo automatizado para o processo industrial a partir da solução trazida pela Metris OPP foi de grande valia para a fábrica. “Com a alteração processual, o operador configura o valor que deseja na saída do produto e todo o digestor faz esse controle. E isso é algo extremamente complexo pois já começa com a variação da madeira. E a própria variabilidade da madeira traz uma grande variabilidade no controle, também”.

Luiz Vega, Diretor Regional de Vendas da ANDRITZ, ressalta que a solução implementada no digestor da Suzano Jacareí teve início com a formação de uma equipe conjunta entre profissionais da Suzano e da ANDRITZ. “Definimos as etapas sequenciais lógicas e a equipe estipulou o objetivo central, que era estabilizar o Kappa como variável resposta do controle”, diz o profissional. “Tendo realizado o controle do Kappa da polpa de descarga do digestor, fomos além do processo convencional, garantindo o sucesso da empreitada”.

Adriano Ramos, especialista em Otimização da ANDRITZ, acrescenta, ainda, que “ajustes de parâmetros foram realizados em outras malhas de controle” da planta, garantindo o resguardo da fábrica para “possíveis impactos na performance do futuro controle de Kappa”.

Com a otimização implementada, foram registrados, na fábrica da Suzano Jacareí, resultados como o aumento no rendimento depurado, a redução da carga alcalina e a redução no percentual de rejeito na polpa de descarga do digestor, bem como foi alcançada a meta principal, que era a redução do desvio padrão do Kappa.

Para saber mais, basta acessar: https://www.andritz.com/metris-en/success-stories/metris-opp-optimizes-suzano-jacarei-pt?utm_source=Dino&utm_medium=News_Dino

Notícias Corporativas

por Sistema Dino