Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Cartão de inscrição no concurso da Assembleia será divulgado na próxima segunda-feira (1º)

2024-03-25 às 19:07
Foto: Orlando Kissner/Alep

Os candidatos inscritos no concurso público promovido pela Assembleia Legislativa do Paraná terão acesso ao cartão de confirmação de inscrição na próxima segunda-feira (1º). O documento traz informações sobre o certame, como locais e horários de prova, e orientação detalhadas aos participantes. A informação foi confirmada pelo diretor adjunto da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Carlos Augusto Costa. Ele foi recebido nesta segunda-feira (25) pela segunda-secretária do Poder Legislativo, deputada Maria Victoria (PP), pela Comissão Especial de Concurso Público e por diretores da Assembleia. As provas serão realizadas no dia 7 de abril.

O cartão poderá ser acessado por meio do site da Fundação Getúlio Vargas. Além dos locais, o documento traz informações sobre horários e duração das provas, hora do fechamento dos portões, documentos necessários para realização do exame, além de fornecer esclarecimentos mais detalhado ao candidato. “Os inscritos irão receber o cartão de confirmação de inscrição. É importante que o candidato acesse o site do concurso e lá confira todas as informações. Essa verificação é importante para que se possa fazer uma prova com tranquilidade”, explicou. Também no site, os participantes do concurso já poderão conferir o número de inscritos e a concorrência por vagas.

Segunda-secretária da Assembleia, a deputada Maria Victoria elogiou o órgão organizador da prova, afirmando que isto vai garantir a seleção de candidatos preparados. “Não haveria instituição mais renomada que a Fundação Getúlio Vargas para a realização do concurso da Assembleia depois de tanto tempo. Precisamos de pessoas capacitadas que venham a agregar ao Poder Legislativo”, disse.

A realização do concurso foi anunciada em março no ano passado pela Comissão Executiva da Assembleia Legislativa, que avaliou a importância da renovação do quadro funcional. Segundo a Comissão, além dos concursos terem sido realizados há cerca de 40 anos, para áreas específicas, muitos servidores estão próximos à aposentadoria. A iniciativa faz parte de uma série de medidas administrativas voltadas ao fortalecimento do quadro funcional e para políticas de transparência adotadas pelo Poder Legislativo.

O diretor adjunto da FGV, Carlos Augusto Costa, parabenizou a Assembleia pela realização do concurso e destacou sua importância para sociedade. “Nós estamos com mais de 30 anos sem concurso público de uma instituição que é fundamental para o cidadão, afinal, aqui as leis são criadas para o nosso melhor bem-estar. Esse concurso público, dada a sua dimensão e importância, vai melhorar significativamente os quadros da Assembleia Legislativa. Com isso, teremos melhores serviços”, afirmou.

Etapas

Costa também adiantou informações sobre os endereços de prova. “São locais acessíveis e com qualidade para receber os candidatos. A Assembleia teve a preocupação de nos solicitar locais em que a equipe esteja bem preparada para fazer uma excelente prova e com isso obter o resultado desejado. Tenho certeza que os lugares selecionados são locais que estão fazendo jus à solicitação da Assembleia Legislativa”, comentou.

O diretor da Fundação Getúlio Vargas explicou ainda os passos seguintes do certame. “Os gabaritos serão divulgados depois da prova. Divulgaremos um gabarito preliminar onde as pessoas possam entrar com recurso, questionando alguma coisa que acham que devam questionar. A partir dessa análise, soltamos o gabarito definitivo. Depois divulgamos os aprovados na primeira fase, a fase objetiva, depois vem a fase discursiva, seguido de outras etapas do concurso. Tudo será divulgado no momento oportuno”, revelou.

Vagas

O concurso da Assembleia vai preencher 85 vagas com exigência de formação para nível médio e superior. Os salários variam entre R$ 4,9 mil e R$ 33 mil. Do total de vagas, uma será destinada para o cargo de Procurador – Classe 3. Para o cargo, o salário é de R$ 33.924,93. Já 68 vagas serão destinadas para a carreira de Analista Legislativo, que abrange as funções de desenvolvedor de sistemas, biblioteconomista, administrador, economista, advogado, contador, jornalista, analista de rede, revisor legislativo e engenheiro. Para todas as áreas, o salário é de R$ 6.867,20.

Estão disponíveis ainda 16 vagas para a carreira de Técnico Legislativo, nos cargos de Técnico Legislativo-Legislativo, Técnico Legislativo-Administrativo, Técnico Legislativo-Suporte e Manutenção, Técnico Legislativo-Técnico em Contabilidade, com salários de R$ 4.995,21. Para todos os postos, a carga horária é de 8 horas diárias.

Comissão

A Comissão Especial de Concurso Público é responsável por planejar, organizar e coordenar o processo seletivo. Ela é composta por servidores da Assembleia é a responsável por todas as atividades necessárias para a realização da prova.

da Alep