Terça-feira, 16 de Julho de 2024

Copel restabelece energia em 95% das unidades consumidoras afetadas pelo temporal

2024-03-22 às 09:33
Foto: Copel

Após um dia e uma noite de mobilização ininterrupta, as equipes da Copel conseguiram restabelecer o fornecimento de energia a mais de 95% dos imóveis afetados pelo temporal de grandes proporções que atingiu diversas regiões do Paraná nesta quinta-feira (21). No início da manhã desta sexta-feira (22) há aproximadamente 30 mil domicílios sem luz em todo o Estado.

Mais de 2.600 profissionais da companhia – com reforço de equipes de todas as regiões – foram mobilizados desde o início para trabalhar no conserto da rede de energia. No momento, há ainda 3,8 mil danos à rede que precisam ser verificados e reparados pelas equipes.

Em alguns casos, parte da rede precisa ser reconstruída. Em outras localidades, as equipes enfrentam desafios como obstáculos e limitações ao acesso à rede em áreas de mata fechada, além da quebra de postes. A substituição de postes leva, em média, quatro horas por estrutura. Devido à gravidade dos estragos, os reparos continuarão ao longo do dia de hoje.

No momento, os municípios mais afetados pelos estragos causados pelo temporal são Foz do Iguaçu, onde foram registrados ventos de 91,6 km/h, com 4,3 mil unidades desligadas, Cascavel (2,3 mil), Almirante Tamandaré (1,9 mil) e Nova Laranjeiras (1,2 mil). As cidades de Cerro Azul, Campina Grande do Sul e Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba, Toledo, Vera Cruz do Oeste e São Miguel do Iguaçu, no Oeste, e Imbituva, no Centro-Sul, possuem mais de 500 domicílios desligados cada.

SEGURANÇA – A Copel orienta a população a manter distância de locais que tenham postes quebrados e fios caídos. Situações de risco devem ser informadas pelo telefone 0800 51 00 116. A falta de luz pode ser informada por meio do aplicativo para celulares, pelo site www.copel.com e pelo número de WhatsApp 41 3013-8973.

TEMPORAL – De acordo com o Simepar, foram registradas rajadas de vento de 91,4 km/h em Foz do Iguaçu, 96,1 km/h próximo a Francisco Beltrão e 86 km/h em Assis Chateaubriand. Quarenta e duas localidades registraram ventos acima de 56 km/h (confira AQUI). De acordo com a Escala de Beaufort, que mede a força dos ventos, essas rajadas são consideradas ventanias fortíssimas e têm o potencial para provocar danos em habitações.

As chuvas também foram intensas em algumas localidades. Em Londrina choveu 43,4 mm, em Francisco Beltrão, 27,4 mm, em Cornélio Procópio, 27 mm, e em Guaraqueçaba, 22,8 mm. Confira a lista completa AQUI .

da AEN