Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Deputados estaduais protocolam requerimento para atuação da Guarda Municipal na segurança escolar

2023-05-05 às 11:08
Foto: Valdir Amaral/Alep

O deputado estadual Batatinha (MDB), em conjunto com o deputado Hussein Bakri (PSD), apresentaram um requerimento para que o Governo do Estado faça o repasse de equipamentos adequados e realize o treinamento de guardas municipais. A finalidade é de que esses agentes possam exercer a segurança escolar de crianças e adolescentes em parceria com a Polícia Militar.

Segundo Batatinha, a medida é fundamental para que pais e alunos saibam que todos os esforços necessários estão sendo aplicados. “Precisamos garantir que os nossos estudantes se sintam seguros. Inserir a GM como reforço para a patrulha escolar é uma maneira eficiente de alcançarmos esse objetivo”, afirmou o deputado.

O Deputado Hussein Bakri (PSD), Líder do Governo e Presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Paraná, destacou a importância do requerimento. “O momento atual exige uma atuação firme do poder público para garantir a segurança dos alunos nas escolas bem como a tranquilidade dos pais que deixam seus filhos sob a guarda de professores e funcionários. O Governador Ratinho Junior já anunciou uma série de medidas imediatas nesse sentido, mas nós deputados temos o dever de seguir atuantes e vigilantes em relação a esse tema. E é justamente o que pretende o deputado Batatinha, ao levantar a possibilidade dessa parceria entre a Polícia Militar e as Guardas Municipais”, explicou Bakri.

A solicitação tem como objetivo encaminhar proposta de ações para o combate de atos violentos praticados contra jovens, crianças, professores e colaboradores em ambiente escolar. O trabalho seria um conjunto entre forças estaduais em convênio com as guardas municipais, ampliando as ações de segurança.

No Paraná, atualmente 36 cidades contam com efetiva ação da força de segurança municipal em suas áreas de atuação, com possibilidade de atendimento às 2.156 escolas e Cmeis. O projeto foi encaminhado para avaliação da Secretaria da Segurança Pública do Estado.

da Alep