Domingo, 21 de Julho de 2024

Ex-governador Orlando Pessuti sofre acidente nos Campos Gerais: “A coisa foi feia, mas graças a Deus estamos bem”

2023-05-05 às 09:19
Foto: Reprodução/MDB/PR

O ex-governador Orlando Pessuti se envolveu em um acidente na BR-376, logo após a antiga praça de pedágio de Witmarsum, em Palmeira (PR), na madrugada desta sexta-feira (5). Ele estava acompanhado de seu motorista e ninguém se feriu.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu no km 537,7. Por volta da meia noite, um reboque carregado de toras, que seguia sentido Ponta Grossa, se desprendeu do caminhão que o tracionava espalhando a carga de toras sobre a pista sentido Curitiba.

Alguns minutos depois, o automóvel Volvo XC60, que era ocupado pelo ex-governador e o motorista, e que seguia sentido Curitiba, para desviar das toras, acabou saindo de pista e capotando. A equipe da PRF esteve no local sinalizando e dando apoio aos envolvidos. Ninguém se feriu.

Ao Programa Manhã Total, apresentado por João Barbiero na Rádio Lagoa Dourada FM, o ex-governador Orlando Pessuti tranquiliza a população e afirma que ele e o motorista estão bem. “Eu, Orlando Pessuti, e meu assessor/ motorista, estávamos retornando da viagem à Ivaiporã, onde estivemos com o governador Ratinho Junior na tarde de ontem. Por volta de meia noite e meia, o caminhão que transporta toras de madeira, estava indo de Curitiba para Telêmaco Borba, soltou o reboque da carroceria e esse reboque cruzou para a pista contrária, que vem de Ponta Grossa para Curitiba e derrubou toras de madeira na pista e também derrubou um ou dois daqueles suportes que seguram a carga. Arrebentou esse suporte de ferro de cor preta, igual o asfalto, e não deu pra ver. E aí o carro bateu de costas e ficou de pneu virado. A coisa foi feia, mas graças a Deus estamos bem, tanto eu quanto meu motorista, estamos bem”, diz.

“Esse tipo de ocorrência, a gente não está livre nas estradas, dirigir à noite, eu gosto muito de andar à noite, eu e o meu motorista estamos andando juntos pelas estradas há trinta anos, a gente sempre gosta de andar à noite porque tem menos carro, é mais fresco e você fica com o dia inteiro, mas a visibilidade noturna é prejudicada e principalmente numa situação dessas. Graças a Deus vamos seguir na vida e na luta”, completa Pessuti.

Informações: PRF