Sexta-feira, 24 de Maio de 2024

Gleisi Hoffmann, Enio Verri e Arilson Chiorato participam da assinatura do convênio “Semeando Gestão e Fortalecendo a Organização Produtiva Sustentável”

2024-02-15 às 13:42
Foto: Alexandre Marchetti/Assessoria

Na manhã desta quinta-feira (15), o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri, a deputada federal Gleisi Hoffmann e o deputado estadual Arilson Chiorato estiveram em reunião para a assinatura simbólica do convênio Itaipu Binacional, Cooperativa Central da Reforma Agrária do Paraná (CCA-PR) e a Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI). Batizado como “Semeando Gestão e Fortalecendo a Organização Produtiva Sustentável”, o projeto terá investimento total de R$ 80 milhões até 2027 e beneficiará 2.500 famílias em todo o Paraná.

Chiorato afirma que “será feito um trabalho de fortalecimento e profissionalização de 31 organizações entre cooperativas, associações e agroindústrias. A proposta é que elas produzam e forneçam 9 mil toneladas de alimentos por ano para os programas de alimentação escolar”. Já para Gleisi Hoffmann, o convênio fortalecerá o processo de gestão das cooperativas e de organização produtiva de famílias agricultoras, com ênfase na produção sustentável, para que elas tenham acesso a políticas públicas e mercados. “Graças à nova gestão da Itaipu, a empresa retomou seu papel social e nós só estamos vivendo esse momento porque recuperamos o processo democrático no Brasil. Hoje temos um governo que olha realmente para as necessidades do nosso povo”, conclui a parlamentar.

A medida vai de acordo ao direcionamento que a atual gestão da Itaipu tem realizado, promovendo ações e investimentos para auxiliar todo o Paraná. Assinado no ano passado, o convênio faz parte do Programa Itaipu Mais que Energia e atende os princípios da Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), que contribui para a elevação da produção, produtividade e qualidade de produtos e serviços rurais, por meio de capacitação e apoio financeiro.

A vigência do contrato é de quatro anos e o investimento total previsto é de R$ 80.796.925,04 até 2027. Em 2023, o repasse foi de R$ 10.172.735,07; em 2024, está previsto um investimento de R$ 19.002.258,15. Já em 2025, serão investidos outros R$ 19.391.727,82; em 20026, outros R$ 18.666.993,83; e em 2027, R$ 13.563.210,17.