Terça-feira, 23 de Julho de 2024

MPPR denuncia professor de escola pública por assédio sexual supostamente cometido contra oito alunas adolescentes

2023-04-20 às 09:19

O Ministério Público do Paraná, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, denunciou um professor de uma escola pública, da rede estadual de ensino, por 11 crimes de assédio sexual. O docente teria cometido os atos contra pelo menos oito vítimas, todas adolescentes na época dos fatos, ocorridos entre 2021 e 2023.

As informações sobre os casos surgiram a partir de um projeto da Promotoria de Justiça que inclui palestras em escolas públicas. Em uma dessas exposições, o representante do MPPR explicou que em alguns crimes – especialmente os que envolvem violência doméstica, assédio sexual e abusos – a palavra da vítima adquire maior relevância como prova para a condenação.

Alunas que assistiram à palestra sentiram-se então estimuladas a comunicar a situação de assédio que estavam sofrendo em sala de aula. Ouvidas pelo Ministério Público, as vítimas descreveram detalhadamente as condutas do professor, que se amoldariam ao tipo penal de assédio sexual, o que motivou o oferecimento da denúncia. De acordo com as vítimas, ele usaria o fato de ter sido secretário municipal de educação para desestimulá-las a registrar qualquer acusação contra ele, alegando que não teriam resultado.

Além da condenação pelos possíveis crimes, o MPPR requer liminarmente que o denunciado seja proibido de entrar na escola em que leciona, bem como de manter contato com as vítimas e testemunhas por qualquer meio de comunicação. Pede também que ele seja afastado do cargo.

do MPPR