Terça-feira, 23 de Julho de 2024

Paraná firma acordo com a cidade portuguesa de Oeiras para projetos de inovação

2023-05-16 às 17:16
Foto: Jonathan Campos/AEN

Nesta terça-feira (16), o Governo do Estado firmou um protocolo de intenções com a Câmara Municipal de Oeiras (equivalente à prefeitura) para desenvolver parcerias em diversas áreas com a cidade portuguesa, que é parte da região metropolitana de Lisboa. O acordo, que conta com a participação da Celepar, foi assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e pelo presidente da Câmara Municipal, Isaltino Morais.

Um dos principais focos é trocar experiências na área de inovação, mas o documento prevê também um intercâmbio de boas práticas e tecnologias para a educação, saúde, ciência e tecnologia, comércio, investimentos, agricultura e turismo. Oeiras é considerada o “Vale do Silício de Portugal”, sendo um dos municípios mais desenvolvidos do país.

A cidade conta com 170 mil habitantes, um pouco maior do que Pinhais ou Araucária, e tem a população mais escolarizada e a maior renda per capital de Portugal. É um dos principais polos de pesquisa e desenvolvimento da Europa, concentrando cerca de 30% da capacidade científica do país. O município possui, ainda, um dos maiores poderes de compra e é o segundo que mais arrecada impostos em Portugal.

Segundo Ratinho Junior, o diálogo entre o Governo do Paraná e o município de Oeiras passa, principalmente, pelos temas de inovação e desenvolvimento econômico local. “Temos muitas semelhanças entre as cidades paranaense e portuguesas, e Oeiras é um exemplo para o nosso estado quando o assunto é inovação. Queremos replicar no Paraná iniciativas que deram certo por aqui”, afirmou Ratinho Junior.

É em Oeiras que está localizado o Taguspark, o maior parque de ciência e tecnologia de Portugal. Ratinho Junior esteve na segunda-feira (15) no local e assinou um memorando de entendimento para instalar um espaço semelhante em Curitiba. Criado há 30 anos, o Taguspark é um bairro planejado para o futuro e que abriga 160 empresas e 26 startups, a maior parte na área de tecnologia, além de 16 mil pessoas.

Isaltino Morais afirmou que o Paraná também pode contribuir com o desenvolvimento de projetos no município e citou as boas experiências desenvolvidas por Curitiba em áreas como transporte e meio ambiente. “Todos os prefeitos do mundo têm a obrigação de conhecer as iniciativas da cidade”, afirmou o gestor municipal.

Missão internacional

O governador encerra nesta terça-feira a missão internacional iniciada na última semana. A comitiva liderada por Ratinho Junior esteve na semana passada nos Estados Unidos para apresentar a investidores estrangeiros os projetos de infraestrutura do Estado, como a Nova Ferroeste e o novo programa de concessões rodoviárias.

Em Portugal, um dos focos da missão foi buscar iniciativas na área de inovação que possam ser implantadas no Paraná. A Celepar, empresa responsável pela área de tecnologia da informação no Estado, tem um escritório de representação em Lisboa.

Além do Taguspark, as autoridades paranaenses também estiveram no Hub do Beato, em Lisboa, e na Agência Nacional de Inovação (ANI). Ratinho Junior também se encontrou com ministro da Saúde de Portugal, Manuel Pizarro, com o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, e apresentou os potenciais do Estado em um evento com empresários, políticos e diplomatas portugueses.

da AEN