Sábado, 13 de Julho de 2024

Ratinho Junior se reúne com ministro da Saúde de Portugal para debater tecnologias na área

2023-05-16 às 11:16
Foto: Jonathan Campos

O governador Carlos Massa Ratinho Junior se encontrou nesta terça-feira (16) com o ministro da Saúde de Portugal, Manuel Pizarro. O governador conheceu as plataformas tecnológicas desenvolvidas pelo governo português para otimizar o atendimento em saúde, principalmente na rede hospitalar e de medicação. Essa inovação é fruto do ecossistema de inovação português, que é um dos mais robustos da Europa, unindo iniciativas públicas e privadas. Esse processo de digitalização começou há mais de uma década.

O ministro explicou que nos países da União Europeia os governos aprenderam não apenas a contratar tecnologia, mas a fomentar inovações que melhorem o desempenho dos serviços públicos. Existe uma série de programas, com funções distintas, que facilitam a integração da informação clínica, pedido de análises laboratoriais ou exames de imagem. As receitas médicas em Portugal também são emitidas em um programa específico.

No Paraná, esse papel de aprimoramento da saúde é feito pela Celepar, que já implementou novas tecnologias em várias áreas, como plataformas que modernizaram o gerenciamento de medicamentos, o atendimento em telessaúde e a implementação do prontuário eletrônico, além de gerenciamento interno da rede hospitalar.

“Esse encontro ajudou a conhecer novas metodologias do sistema de saúde de Portugal, que é referência global em inovação. Nesta segunda tivemos duas agendas com projetos inovadores, no Taguspark e no Hub do Beato, e agora viemos conhecer os impactos disso na saúde. Estamos buscando melhorar os nossos sistemas, com apoio da Celepar, e essa troca de experiências será muito importante para o futuro. Nossas equipes técnicas vão manter contato com as autoridades portuguesas”, afirmou o governador.

Outro objeto da conversa foi o acolhimento de idosos. Em Portugal, o tempo de vida médio é de 82 anos, enquanto no Brasil ainda é de 76 anos, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mas em franca expansão nos últimos anos. Portugal tem vários espaços geridos de maneira compartilhada com a administração pública que abrigam idosos, num sistema subsidiado. São cerca de 120 mil idosos vivendo em casas de acolhimento.

E o segundo ponto, segundo o governador, foi entender como Portugal, que é um dos países com maior contingente de idosos da Europa, além de ter recebido, nos últimos anos, um grande fluxo de imigrantes, trabalha com acolhimento.

O governador apresentou a ideia da Cidade do Idoso, em construção em Irati, como espaço integrado de atendimento social a esse público; os Centros de Convivência dos Idosos, que recebem investimento do Estado em pequenas cidades; e os Condomínios dos Idosos, que já viraram modelo nacional de política pública por aliar acolhimento e atendimento, num sistema de aluguel social.

“No Paraná, temos três grandes iniciativas nessa área porque entendemos que a população está ficando mais idosa. No Paraná, a expectativa de vida é de 78 anos. Esse é um público que precisa de assistência e que ainda está muito ativo, dentro da chamada economia prateada. Estamos construindo Condomínios dos Idosos em mais de dez municípios, com toda a acessibilidade necessária e até piscina aquecida, além de outros programas como a Cidade do Idoso. Já temos um olhar diferente para a terceira idade, mas podemos expandir ainda mais essas políticas”, disse.

Ratinho Junior também citou os cursos de smartphones para idosos, que já formaram mais de 15 mil pessoas; a Universidade Aberta da Terceira Idade, que viabiliza formação de idosos nas sete universidades estaduais; e que o Paraná é o único estado do País com conselhos municipais de direitos do idoso em todas as 399 cidades, o que facilita, inclusive, os investimentos públicos nessa área. Outra ferramenta fundamental para nortear as políticas públicas é o Disque-Idoso, serviço disponível em todos os 399 municípios de forma gratuita e sigilosa.

MISSÃO PORTUGAL – A missão Portugal começou nesta segunda-feira. A série de encontros com empresas, investidores e diplomatas iniciou com mais uma edição do Paraná Day e uma visita ao embaixador brasileiro em Portugal, Raimundo Carreiro. O governador também visitou o Taguspark, maior parque de ciência e tecnologia de Portugal, e assinou um memorando de entendimento para replicar a ideia em Curitiba, e o Hub do Beato, que transformou uma antiga área industrial desativada no centro histórico de Lisboa em um espaço de convivência para startups.

da AEN