Domingo, 26 de Maio de 2024

Suspeito de matar esposa asfixiada para desbloquear celular é denunciado pelo MPPR

2024-02-21 às 14:44
Foto: Divulgação

O Ministério Público do Paraná (MPPR) ofereceu denúncia à Justiça, nesta quarta-feira (21), contra o homem preso pela morte da companheira. Ele foi denunciado por homicídio com três qualificadoras: feminicídio, asfixia/meio cruel e motivo fútil. O crime foi registrado em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba.

De acordo com a denúncia do MPPR, a vítima foi morta asfixiada pelo marido, que tentava desbloquear o celular da esposa através do reconhecimento facial para ter acesso às mensagens da vítima. Ainda, o MPPR detalha que ele teria pressionado o pescoço da mulher com os joelhos para imobilizá-la. A vítima morreu por asfixia, conforme laudo de necropsia. O casal estava junto há cerca de três anos e o crime teria sido motivado por “ciúmes excessivos”, segundo a denúncia.

Ainda, o MPPR solicitou à Justiça que, em caso de condenação por feminicídio, seja fixado um valor para a família da vítima por danos morais.

leia a matéria completa no RIC Mais