Sexta-feira, 03 de Dezembro de 2021
foto: Clebert Gustavo

Sala do Empreendedor nos CRAS garante 7º Prêmio Gestor Público para PG

25/11/2021 às 18:39

Iniciativa leva o projeto ‘De informal à empresário legal’ para os CRAS da cidade, ampliando formalização e fomentando pequenos negócios

 

A Prefeitura de Ponta Grossa foi mais uma vez destaque na premiação do Prêmio Gestor Público – PR, levando o prêmio principal nesta edição com o projeto De informal à empresário legal, realizado de forma itinerante em todos os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). Com o reconhecimento estadual pela iniciativa, que este ano tinha como tema ‘Assistência Social: Amparar e Capacitar para Crescer’, a Prefeitura de Ponta Grossa garante o 7º prêmio na avaliação do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (SINDAFEP), que busca projetos inovadores da administração pública. O projeto premiado é uma iniciativa da Secretaria Municipal da Fazenda, através da Coordenadoria de Fomento ao Empreendedorismo e Inovação, desenvolvido pela equipe da Sala do Empreendedor.

“Iniciamos essa gestão com muita energia e entusiasmo, trabalhando intensamente para convergir nossos esforços para a construção de uma Ponta Grossa inteligente. A Sala do Empreendedor nos CRAS, política pública única no Brasil, se destaca por disponibilizar serviços de orientação e apoio ao futuro empreendedor nos CRAS, prestando as primeiras orientações para potencializar a efetivação da política pública do MEI como combate à pobreza através do ato de empreender. O reconhecimento com nosso sétimo Prêmio Gestor é prova de que estamos no caminho certo”, celebra a prefeita, Elizabeth Schmidt.

Além do prêmio de Melhor do Ano, Ponta Grossa também garantiu o certificado de reconhecimento com os projetos Governo sem Papel; Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos; e Voe Aceleradora de Negócios, premiada com o 1º lugar em 2019 na categoria Empreendedorismo.

 

O projeto

Desde 2019, todos os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) de Ponta Grossa estão habilitados para realizar o atendimento integrado de serviços básicos da Sala do Empreendedor, descentralizando os atendimentos para quem já é usuário da Sala e fortalecendo a política pública de apoio ao pequeno empreendedor. Além dos serviços básicos no atendimento diário, como orientações e encaminhamentos sobre abertura de empresas e formalização, os Cras também recebem serviços avançados, como formalização de novos empreendedores, com cronograma de atendimento itinerante.

“Com a Sala do Empreendedor nos CRAS, a Prefeitura busca alcançar a inclusão produtiva, aproximar os serviços do público alvo, garantir a inclusão previdenciária do trabalhador informal e pequeno empreendedor e ofertar atendimento integrado. Dessa forma, fortalecemos a política pública de estímulo à criação e formalização de pequenos empreendedores, uma política pública que tem o protagonismo empreendedor como eixo central, garantindo a inclusão de um número cada vez maior de pessoas a esses serviços”, comenta a coordenadora de Fomento ao Empreendedorismo e Inovação e presidente da Agência de Inovação e Desenvolvimento, Tonia Mansani.

O programa iniciou em julho de 2019, mas ficou suspenso durante 2020 em decorrência da pandemia, e retomado em outubro deste ano. Desde o início do projeto, já foram mais de 100 atendimentos realizados pela equipe da Sala do Empreendedor nos CRAS, levando a formalização para mais perto da comunidade.

“Desde 2013 trabalhei de diarista informalmente e só recolhi INSS um tempo quando fui registrada.  Quando estive no CRAS para receber orientações referente ao CadÚnico, a equipe me orientou a saber mais sobre o MEI. Assisti uma palestra e depois legalizei meu negócio. Foi um atendimento rápido e super bom, pois não perdi tempo. Hoje estou feliz, pois estou assegurada e podendo trabalhar mais tranquila. Foi muito bom a Sala do Empreendedor ir até o CRAS, pois caso contrário não  conseguiria formalizar, pelo fato de que trabalho de segunda a sábado, assim não teria tempo disponível para ir até prefeitura”, conta a microempreendedora individual, Maria Batista do Amaral Santos.

 

Premiação

Com a revelação dos projetos premiados em solenidade online, a entrega dos prêmios deve ocorrer a partir da próxima semana, em pequenas cerimônias individuais nas respectivas prefeituras. Este é o 7º Prêmio Gestor Público PR conquistado pela Prefeitura de Ponta Grossa:

2014 – projeto “Brigadas de Incêndio nas escolas municipais”

2016 – projeto “Mutirão de Emprego”

2017 – projeto “Planejamento Ecológico do Lago de Olarias”

2018 – projeto “Justiça Fiscal: o Portal da Transparência da dívida pública no Município de Ponta Grossa como forma de diminuição da inadimplência”

2019 – projeto “Cultivar Energia: horta comunitária no Conjunto Habitacional Costa Rica”

2020 – projeto “Voe Aceleradora de Negócios”

2021 – projeto “De informal à empresário legal”

 

da Assessoria