Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Acadêmicos de Farmácia da UEPG promovem ação para conscientizar uso racional de medicamentos no Terminal Central nesta sexta (5)

2023-05-04 às 15:29

O Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos é celebrado nesta sexta-feira (5). Em alusão à data, acadêmicos do curso de Farmácia da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) promovem um evento de conscientização no Terminal Central, das 8h30 às 16h.

Em entrevista ao programa Manhã Total, apresentado por João Barbiero, na Rádio Lagoa Dourada FM (105,9 para Ponta Grossa e região e 90,9 para Telêmaco Borba), nesta quinta-feira (4), a professora do curso de Farmácia da UEPG, Geruza Hallila Posagno, explica que os acadêmicos do curso irão alertar a população sobre os cuidados com a saúde, oferecendo verificação da pressão arterial, orientação sobre o uso de medicamentos e de plantas medicinais. Além disso, também irão orientar sobre o acesso a medicamentos para determinados tratamentos de doeças e, em parceria com a OAB-PG, orientação jurídica. “Queremos levar educação à população e ressaltar o papel do farmacêutico”, enfatiza a professora.

Importância da data

Posagno destaca que neste dia estudantes de todo o Brasil se mobilizam para alertar a população sobre os riscos relacionados à automedicação, sobre o descarte correto dos medicamentos e a importância de seguir os tratamentos medicamentosos da forma adequada. “O uso racional de medicamentos significa a pessoa utilizar o medicamento que precisa quando necessário, conforme prescrito e recomendado pelo tempo adequado”, diz.

Um dos grandes problemas relacionados à automedicação é que nas farmácias muitos medicamentos, que não necessitam de receita médica, são encontrados fora do balcão, ou seja, o cliente pode escolher e ‘se servir’ com os remédios que desejar. “A Anvisa libera que alguns dos medicamentos, que são aqueles que não necessitam de receita médica, fiquem nesse auto serviço. Exemplo simples e bem corriqueiro, ainda mais nessa época do ano que começa esfriar, as pessoas apresentam tosse, ninguém vai no médico por conta de tosse, aí chega na farmácia e ao invés de se aconselhar com o farmacêutico, a pessoa vai e se serve por conta próprio. Existem vários tipos e causas de tosse, então esses medicamentos a Anvisa permite que eles fiquem fora do balcão, mas não são isentos de orientação do farmacêutico, que é o profissional da saúde qualificado para fazer esse tipo de orientação”, ressalta.

Outra questão destacada pela professora é sobre o descarte correto de medicamentos que não são mais usados ou que estão fora do prazo de validade. “Durante muito tempo as pessoas tinham por costume, e ainda têm, descartar de maneira indevida os medicamentos, no lixo comum e no vaso sanitário, ralo da pia. Agora existe a regulamentação da logística reversa, em muitas farmácias têm um dispenser para as pessoas descartarem estes medicamentos”, pontua.

Serviço 

Ação com estudantes de Farmácia da UEPG
Data: Sexta-feira (5/5), das 8h30 às 16h
Local: Terminal de ônibus Central

Confira a entrevista completa: