Domingo, 21 de Julho de 2024

Boletim aponta que aeroporto de Ponta Grossa registrou 11,4 mil embarques em 2022

2023-04-17 às 15:10
Foto: Jonathan Campos/AEN

O Paraná foi o estado com maior aumento no número de embarques em seus aeroportos em 2022, na comparação com o ano anterior: 58%, saltando de 2,3 milhões de passageiros para 4 milhões. Em seguida, vêm Rio de Janeiro (49%), São Paulo (47%), Minas Gerais (41%) e Distrito Federal (18%).

Os dados constam do terceiro Boletim de Dados Turísticos de 2023, elaborado pela Secretaria do Turismo do Paraná (Setu-PR), que traz uma análise estatística do setor no período de 2018 a 2022. “Os números de 2022 foram excelentes, o que reflete uma retomada do turismo em nosso Estado. No comparativo ao período pré-pandêmico, quando observamos os dados de 2019, podemos afirmar que o Paraná praticamente já recuperou os mesmos patamares de fluxo aéreo”, avalia o secretário do Turismo, Marcio Nunes.

Os aeroportos de Curitiba, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá e Cascavel foram responsáveis por 98,8% do fluxo total de embarques no Paraná em 2022. De maneira geral, o embarque de passageiros nos principais aeroportos paranaenses apresentou crescimento, no comparativo entre 2022 e 2021. O principal destaque é o terminal de Foz do Iguaçu, com 62% de crescimento. Na sequência aparecem Londrina (59,5%), Cascavel (59,2%), São José dos Pinhais (56,8%) e Maringá (34%).

Em números absolutos, o Paraná se posiciona como o 7º Estado com maior fluxo aéreo do país, sendo Curitiba o 12º destino nacional com maior fluxo. “Agora estamos praticamente empatados com Pernambuco e Bahia, enquanto tradicionalmente ficávamos muito distantes destes dois estados. Com a criação da Secretaria do Turismo, nossa missão é mostrar os destinos paranaenses para todo o país e o mundo com mais ênfase, aumentando esse fluxo em nossos aeroportos”, diz Nunes.

Em 2021, o governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou um investimento de R$ 1,5 bilhão para modernizar 14 aeroportos do Estado. O objetivo é fazer com que o transporte aéreo seja protagonista na transformação do Paraná em hub logístico da América do Sul.

VOE PARANÁ – O boletim destaca também a influência do Programa Voe Paraná, implementado em 2019 pelo Governo do Estado, visando a ampliação da aviação regional. Na comparação entre 2022 e 2019, nota-se o expressivo aumento de 56% no número de embarques nos aeroportos de Guarapuava, Pato Branco, Ponta Grossa e Toledo.

A concretização destas operações se deve a uma política de estímulo do Governo do Estado a esses voos e de investimentos para as prefeituras modernizarem os aeroportos locais.

Com as novas linhas aéreas regionais, trajetos que levavam de seis a oito horas para percorrer via terrestre, agora podem ser feitos em apenas uma hora, atraindo turistas e aquecendo o comércio. Os voos facilitam a vida também de quem viaja a negócios ou trabalha em grandes empresas e cooperativas do interior.

ESTATÍSTICAS – A Secretaria do Turismo do Paraná (Setu-PR), criada este ano pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, está publicando uma série de levantamentos temáticos que vão ajudar na criação e orientação de políticas públicas para o setor no Paraná. “São documentos elaborados com base em estatísticas já existentes e monitoradas nos últimos anos. Agora, nosso objetivo é consolidar e ampliar esses estudos para as próximas edições, além de incorporar novos levantamentos”, explica o Diretor de Gestão, Sustentabilidade e Inteligência Turística da Setu-PR, Marcelo Martini.

Este é o terceiro boletim publicado em 2023. “A análise de dados atualizados e séries históricas é fundamental para a implantação de políticas públicas no setor, com segurança e celeridade”, reforça o coordenador de Inteligência e Estratégia Turística da Setu, Yure Lobo, responsável pelos levantamentos.

Confira os embarques nos aeroportos do Paraná em 2022

São José dos Pinhais   2,5 milhões

Foz do Iguaçu              758 mil

Londrina                     346 mil

Maringá                      281 mil

Cascavel                     149 mil

Guarapuava                11,4 mil

Ponta Grossa              11,4 mil

Pato Branco                10,8 mil

Toledo                         10 mil

da AEN