Capela de Ponta Grossa realiza seu Círio de Nazaré no sábado | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Segunda-feira, 04 de Março de 2024

Capela de Ponta Grossa realiza seu Círio de Nazaré no sábado

2023-10-06 às 17:31

A festa em honra a Nossa Senhora de Nazaré que arrasta milhões de pessoas no Norte do Brasil e tem seu ponto alto com o Círio de Nazaré, no domingo, em Belém (PA), tem sua versão diocesana. Considerado Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial, o Círio de Nazaré no Pará começou ontem (5) com a primeira das 14 romarias, um percurso que totalizará, este ano, 200 quilômetros e deve reunir no domingo, dia da santa, cerca de dois milhões de devotos. Na região, a Paróquia Nossa Senhora de Fátima tem a única capela com esse título na Diocese de Ponta Grossa. Bem mais modesto, em Ponta Grossa, o Círio reúne cerca de 300 pessoas, nos perto de três quilômetros de seu trajeto.

O Círio de Nazaré na capela do Jardim Pontagrossense será em forma de procissão luminosa, com início marcado para às 19 horas, deste sábado (7). “A procissão é semelhante a que acontece em Belém: tem o andor com a imagem de Nossa Senhora na frente, com as cordas no seu entorno. O pessoal vai segurando a corda ao caminhar, não larga por nada e, ao final, são cortados pedaços da corda e o devoto leva para casa como recordação e como sinal que a pessoa vai alcançar a graça. Temos relatos de várias graças alcançadas por muitas pessoas”, explica o diácono Jeferson André Kruger Correa. A procissão tem de dois quilômetros e meio a três quilômetros de extensão, passando pelas vilas que compõem o território da capela. Deve durar uma hora e meia.

Durante a caminhada, os fiéis também farã orações contra o aborto. “Está sendo pedido que todos tragam balões brancos”, acrescenta o diácono. De acordo com Correa, uma das capelas da paróquia, a antiga ‘Maria Nossa Mãe’, passou a se chamar ‘Nossa Senhora de Nazaré’ em homenagem ao padre João Holanda, pároco falecido em abril de 2022, e que era muito devoto da santa. “Como Capela Maria Nossa Mãe percebemos que não existe imagem própria desse título e nem dia para se comemorar a padroeira. Foi então que padre Edemar (de Souza, o pároco), junto com o Conselho Pastoral Paroquial resolveu homenagear o padre João Holanda, que tinha muita devoção e amor a Nossa Senhora de Nazaré e que participou várias vezes do Círio, em Belém. O padre era natural de lá”, detalha, comentando que a mudança na denominação da comunidade aconteceu no ano passado, quando ocorreu o primeiro Círio.

Para festejar a padroeira, estão acontecendo novenas diárias. No domingo, ocorre a tradicional cavalgada, saindo da Matriz em direção à capela, onde será celebrada uma missa sertaneja festiva, às 10h30. Padre Edemar presidirá a celebração, ao lado do diácono Jeferson Correa. Logo depois da missa, será servido churrasco. Os convites estão sendo vendidos a R$ 80. “A cavalgada começou com padre João Holanda. Agora, desde o ano passado, padre Edemar é quem vem à frente. Eles saem da matriz depois da missa das oito horas da manhã, chegando na capela perto das dez e meia. Dá uns cinco quilômetros a cavalo”, conta o diácono.

da assessoria