Dia Nacional da Juventude reúne cerca de 1500 jovens em Ponta Grossa | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024

Dia Nacional da Juventude reúne cerca de 1500 jovens em Ponta Grossa

2023-10-10 às 14:59

Viver a juventude com Cristo. Este foi um dos objetivos de cerca de 1.500 jovens que participaram do Dia Nacional da Juventude (DNJ), em Ponta Grossa, no último domingo (8). O DNJ de 2023 superou as expectativas de público no Centro de Convenções Silvana Kuhn e mostrou a força da juventude unida com seus diferentes carismas.

O evento de quase sete horas de duração, começou com acolhida dos participantes que vieram de toda a região, seguido da celebração da Santa Missa. A Eucaristia foi presidida pelo padre Kleber Pacheco, concelebrada pelos padres Rodrigo Ribas, Herve Koto, Glauco Camargo Pinto, com participação do diácono da Paróquia Sant’Ana, de Castro, Ricardo Aparecido dos Santos e seminaristas diocesanos.

Durante o ofertório da missa, foi realizado um gesto simbólico que contribuirá com a missão da Diocese de Ponta Grossa na Prelazia de Lábrea (AM). Os participantes colocaram suas doações em envelopes, que foram depositados em um barco de madeira, passando por todo o povo, simbolizando a missão com a igreja-irmã. A contribuição da juventude somou cerca de R$ 1.000,00 que será enviado para a Paróquia São João Batista, de Canutama (AM).

A tarde da juventude seguiu com animação da Banda King David e uma dinâmica que também inspirou os jovens a seguirem na missão. Eles produziram barquinhos de papel, com dobraduras. Ao final, todos puderam levar um barquinho para casa, como forma de memória e inspiração para a continuidade da missão.

Um momento marcante no DNJ, que emocionou o público, foi a apresentação do teatro O Canto das Írias, realizado pela Comunidade Católica Shalom. A peça retratou a transformação do ser humano em relação ao seu distanciamento com Deus. O homem começa a conhecer novos meios de viver. Nessas descobertas, ele esquece que existe alguém que criou o maior de todos os bens: a vida. Ao final, nasce para uma nova vida com Cristo. A peça foi aclamada pelos jovens.

Em mais um momento de festa, foi a vez do DJ Maurício Cury subir ao palco. Renomado artista do meio, Cury agitou os jovens com músicas cristãs e momentos de louvor. Emocionado, o DJ relatou no local que vivenciou uma experiência única com a juventude católica.

Para coroar o DNJ, os jovens puderam adorar Jesus Eucarístico, entregando suas ‘fomes’ e recebendo uma bênção especial. Durante o evento, também aconteceram confissões com os sacerdotes e aconselhamento com os seminaristas diocesanos e as Irmãs Carmelitas Servas da Misericórdia de Sião.

O bispo diocesano Dom Sergio Arthur Braschi não pôde comparecer presencialmente por conta de outros compromissos de agenda, mas enviou um vídeo para a juventude, relatando sua alegria em saber da realização do DNJ diocesano.

O assessor eclesiástico do Setor Juventude, padre Kleber Pacheco, falou sobre a alegria de ver a juventude reunida em um mesmo propósito. “A Diocese de Ponta Grossa quis ajudar o jovem a perceber que em Cristo ele pode saciar a sua fome. Seja qual for, fome de vida, de espiritualidade, de carinho, de cuidado… e tantas outras que estão no coração da juventude, mas que o Deus da vida é capaz de saciar. Estamos com o coração grato a Deus, junto com a equipe diocesana do Setor Juventude. Este dia foi obra de muitas mãos. Desde o subsídio, a oração, grupos de trabalho, entre alegrias e angústias, conseguimos fazer com que o DNJ fosse uma celebração com que o jovem pudesse experimentar o amor de Deus”, relatou.

O sacerdote ressaltou ainda que o DNJ não terminou no dia 8 de outubro. “O objetivo é dar continuidade nos temas, na pesquisa sobre as fomes das juventudes, articulando para mostrar sempre o caminho onde eles podem saciar”.

EXPERIÊNCIAS

Foram intensas as experiências que a juventude vivenciou neste dia. Os relatos dos participantes mostram que o DNJ não é somente uma festa, mas um momento de fortalecimento da unidade enquanto Igreja.

De Piraí do Sul, compareceram mais de 90 jovens. “Para mim, o DNJ foi uma experiência incrível, onde eu vi a importância dos jovens na igreja. Essa foi a minha primeira vez lá e eu amei muito. Eu também percebi que ao lado de Jesus e de pessoas que te levam para ele, sou muito mais feliz! Espero poder estar presente lá no ano que vem!”, disse a jovem Giovanna Araújo Albuquerque Arruda, da Paróquia Senhor Menino Deus.

O padre Rodrigo Ribas, vigário Paroquial da Paróquia Senhor Menino Deus, comentou que “aguardava ansioso por esse DNJ. Participo desde quando eu era de grupo de jovens, antes de entrar para o seminário ainda. Agora, como padre, é uma alegria imensa ver os jovens unidos pelo mesmo objetivo que é buscar Jesus, todos caminhando juntos, fazendo da pluralidade uma bonita unidade. Nossa paróquia participou com aproximadamente 95 jovens e, estes, certamente voltaram animados para continuarem sua missão aqui, na família, com seus amigos, na comunidade. Foi um dia maravilhoso!”, afirmou.

“Para mim o DNJ foi um dia de muita integração com a juventude católica de Ponta Grossa, com seus mais diversos carismas, e de fortalecimento da fé. Consegui rever amigos de outros grupos de jovens e viver momentos de profunda espiritualidade. Foi um domingo incrível”, destacou o jovem Guilherme Vargas Puchta, coordenador Jufra Gralha Azul, Paróquia Imaculada Conceição, de Ponta Grossa.

“Foi espetacular. Este dia vai ficar guardado em meu coração. É difícil falar o que mais gostei, porque gostei de tudo. O mais incrível foi a interação com os jovens e seus diferentes carismas. Vivi o verdadeiro espírito de sinodalidade, proporcionado por nós mesmo, os jovens”, apontou a Laiane Cequinel dos Santos, articuladora da Articulação Juvenil Salesiana (AJS), Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, de Ponta Grossa.

da assessoria