Feriado de Nossa Senhora Aparecida terá quatro missas | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Feriado de Nossa Senhora Aparecida terá quatro missas

2023-10-10 às 14:38
Foto: Paróquia São Sebastião/Santuário Nossa Senhora Aparecida

Em 12 de outubro a Igreja Católica comemora a Solenidade de Nossa Senhora Aparecida. Para homenageá-la, diversas atividades ocorrerão na Basílica Nova e na Basílica Histórica, ao longo de quinta-feira. Ao todo, sete horários de missas serão celebrados, sendo eles às 5, 7, 9, 12, 14, 16 e 20 horas. A Missa Solene, presidida pelo Arcebispo de Aparecida (SP), dom Orlando Brandes, ocorre às 9h, no Altar Central do Santuário. Já a tradicional Missa das Crianças, em comemoração também ao dia das crianças, será realizada às 12 horas, no mesmo local. As celebrações serão transmitidas pela Rede Aparecida de Comunicação (TV, Rádio e Portal A12), pela plataforma Aparecida ao Vivo (a12.com/aparecidaaovivo), Aplicativo Aparecida e pelas redes sociais do Santuário Nacional (Facebook e Youtube).

No Santuário Diocesano de Nossa Senhora Aparecida, que fica junto à Paróquia São Sebastião, na Nova Rússia, em Ponta Grossa, as missas começarão às 7 horas da manhã. Às 10 horas, acontecerá outra celebração e, em seguida, uma carreata festiva pelas principais ruas da cidade. Às 14 horas, terá início a 39ª procissão em honra a Mãe Aparecida, saindo da frente do Hospital Bom Jesus e seguindo até o Santuário. Assim que chegarem os devotos, será celebrada Missa Solene com o bispo Dom Sergio Arthur Braschi e demais concelebrantes, perto das 15 horas.

Entre os concelebrantes da missa estará o bispo emérito de Taubaté (SP), Dom Carmo João Rhoden presidente da Associação Bom Jesus, uma entidade beneficente, filantrópica e religiosa, pertencente à Congregação das Irmãs Servas de Maria Imaculada, que administra o Hospital do Coração Bom Jesus, em Ponta Grossa, e o Hospital Sagrado Coração, de Prudentópolis. Lembrando que a procissão em honra a Nossa Senhora Aparecida começou há 39 anos, justamente com as irmãs que administram o hospital. Hoje é o segundo maior encontro de católicos da Diocese. Só reúne menos fiéis que em Corpus Christi. Com a pandemia do Coronavírus, a procissão não foi realizada por dois anos.

A última celebração do dia 12 está marcada para às 19 horas. No intervalo das missas, estarão acontecendo orações, durante todo o dia. Na quinta-feira, a praça de alimentação vai funcionar o dia todo. A programação da festa da padroeira do Brasil se iniciou com o novenário, já no dia 3. Sempre às 19 horas, as missas-novenas oferecem, ao final, bênçãos especiais: doentes, idosos, jovens, adolescentes, casais, animais, pães, alimentos, trabalhadores, carteiras de trabalho, água, objetos de devoção. Nesta terça-feira (10), serão abençoadas as chaves das casas. Amanhã, às crianças. Depois da missa de quarta-feira, haverá a Cantata a Nossa Senhora, apresentada por um coral formado por 18 crianças da Catequese.

“Junto com a Lucimara (Toroski), coordenadora da Catequese, e com a Alexsandra Scheiffer, surgiu em nosso coração a necessidade de criar um coral das crianças para que elas pudessem ter a oportunidade de aprender e também de servir na nossa liturgia, que é tão linda. Começamos com 15 crianças, hoje estamos com 18 e, apesar do pouco tempo, vamos ter a graça de fazer uma singela homenagem a Nossa Senhora Aparecida nesse dia 11 de outubro, logo após a missa, com uma simples música. O nosso maior desejo, como coral, não é formar cantores profissionais, mas, sim, mostrar para as crianças e adolescentes que precisamos servir e ajudar a nossa comunidade, colocando nossos dons a serviço do ministério. Eles são o futuro da nossa Igreja. Essa apresentação é o primeiro passo para que possam servir cada vez mais e também serem exemplos para outras crianças e adolescentes. A Igreja precisa dessa pureza que só as crianças têm, para levar Deus através da música a todos”, conta o catequista Leandro do Carmo Silva.

da assessoria