Júri condena mãe e padrasto pela morte de jovem autista em PG | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Júri condena mãe e padrasto pela morte de jovem autista em PG

2023-07-14 às 09:35

A mãe e o padrasto do jovem Rômulo Borges, de 19 anos, foram condenados pela morte do jovem. O julgamento durou cerca de 16 horas. Rômulo, que estava no Transtorno do Espectro Autista (TEA), foi encontrado morto dentro da casa em que morava no dia 18 de fevereiro de 2022. A investigação indicou que ele era vítima de maus-tratos.

Renata Fernandes Quadros Borges, mãe de Rômulo, foi condenada por tortura, cárcere privado e fraude processual, com pena de três anos – ela responderá em liberdade. Já o padrasto, Samuel de Jesus da Silva, foi condenado pelos mesmos crimes, além de homicídio qualificado, por meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. A pena foi de mais de 23 anos, com pelo menos um ano de detenção. Durante o júri, o padrasto e a mãe negaram as acusações, assim como fizeram durante todo o processo.

A 10ª Promotoria de Justiça de Ponta Grossa, responsável pela denúncia e que atuou na sessão de julgamento, recorrerá da sentença na tentativa de aumentar as penas fixadas.