Sábado, 13 de Julho de 2024

“Nós utilizamos o rejeito da queima da madeira de eucalipto para compor o traço do concreto”, explica Janaína Ribas

2024-04-02 às 15:12

Em entrevista ao programa Manhã Total, apresentado por João Barbiero, na Rádio Lagoa Dourada FM (105,9 para Ponta Grossa e região e 90,9 para Telêmaco Borba), nesta terça-feira (02), a diretora administrativa da Hipermix Ponta Grossa, Janaína Ribas, comentou sobre o concreto sustentável.

Concreto sustentável

O concreto sustentável é produzido com técnicas e materiais que geram um menor impacto para o meio ambiente. “Essa proposta se deu a partir de uma parceria entre a Hipermix, Cargil e a Universidade Estadual de Ponta Grossa [UEPG]. Esse produto já vem sendo estudado há 2 anos e nós utilizamos o rejeito da queima da madeira de eucalipto, do processo da Cargil, para compor o traço do concreto, resultando em um concreto não estrutural”, explica Janaína.

Ela pontua que o projeto já foi apresentado para a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa. “Dessa forma, nós estamos mostrando a importância da preocupação com o meio ambiente e a diminuição de impactos ambientais. Por ele ser um concreto não estrutural pode ser utilizado em calçadas, meio-fio e afins, em todas as etapas de finalização da obra”, afirma. “O complemento da cinza da queima de eucalipto no traço faz com que seja diminuída a quantidade de cimento e consequentemente diminui a produção de dióxido de carbono. Isso se faz importante porque a indústria cimenteira tem uma parcela grande na produção de CO2”, pondera.

Janaína aponta que outras empresas brasileiras também já trabalham na produção desse concreto sustentável. “Várias empresas estão preocupadas com essa redução de impacto ambiental e utilizando outros tipos de rejeitos que são incluídos no traço do concreto. O que não tinha até o momento era a cinza da queima da madeira e devido a isso realizamos os estudos”, conclui.

Serviço

A Hipermix Ponta Grossa se localiza na Av. Visc. de Mauá, 4241 – Colonia Dona Luiza; e o telefone para contato é: (42) 9 9821-7446.

Confira a entrevista completa: