Paróquia São João Paulo II festeja um ano de criação | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Segunda-feira, 04 de Março de 2024

Paróquia São João Paulo II festeja um ano de criação

2023-10-20 às 08:19
Foto: Divulgação

A Paróquia São João Paulo II está em clima de festa. Desde o dia 13, todas as cinco comunidades que compõem a paróquia vêm comemorando os dez anos do início das obras da então Capela São João Paulo, a inauguração da igreja, com o rito de dedicação da igreja e consagração do altar celebrados pelo bispo Dom Sergio Arthur Braschi, e um ano da criação oficial da nova paróquia. Suas obras começaram em 2013 e sua entrega aconteceu em 2017.  Nesta sexta-feira (20), a Santa Missa das 19h30 vai lembrar os seis anos da dedicação da igreja matriz. Logo após a celebração, haverá a apresentação do Coral dos Arautos do Evangelho e um momento de luau, com os músicos da paróquia e o administrador paroquial, padre Wagner Oliveira da Silva.

O novenário festivo, com missas, vem acontecendo às 19h30 e segue até sábado. No dia 13, quem abriu as celebrações foi o bispo Dom Sergio, com a Crisma de 45 adolescentes te jovens. Todas as noites as celebrações vêm contando com a presença de padres jovens: Wagner, Alvaro Nortok, Thiago Ingenchki, Rodrigo Ribas, Roberval Mühlstedt, Alexandre Spena Regueira e Daniel Farago. No dia 16, depois da missa, os padres Wagner e Thiago protagonizaram um momento musical, uma atração a mais para os paroquianos.  Todas as noites acontece a venda de bolo de paçoca, abacaxi e chocolate, além de pizzas para assar em casa. E também de bebidas não alcoólicas

Na programação, os dias 20 a 22 serão ainda mais festivos. No sábado, após a missa das 19h30, acontecerá a apresentação com os Campeiros de Santa Rita e ‘binguinho’. No domingo (22), às 8 horas, Santa Missa celebra o primeiro aniversário da paróquia. Depois, uma carreata percorrerá os arredores, passando em frente das quatro comunidades que compõem a região urbana da paróquia. As capelas serão representadas pelos padroeiros das cinco comunidades, incluindo a Capela Nossa Senhora do Rosário, da Colônia Guaraúna. A carreata também vai passar pela região do Porto Feliz, no Bairro Contorno. Nas proximidades do Centro de Eventos, haverá benção dos veículos.

Terminada a carreata e bênção, todos se reunirão para o almoço festivo. O kit churrasco está sendo vendido a R$ 50 . Quem quiser, pode almoçar no pátio da igreja com a família ou levar o churrasco para casa. A porção serve duas pessoas. À tarde, a animação ficará por conta do grupo de dança Inovação e do Coral Infantil Amor me Explicou Tudo, formado por crianças da paróquia e que irão cantar três músicas. Haverá ‘binguinhos’, quermesse e show de prêmios. Serão mais de R$ 12 mil em prêmios: o primeiro, R$ 7 mil; o segundo, R$ 3 ml; o terceiro, uma televisão 42 polegadas, e, o quarto, uma bicicleta.

Caminhada

O administrador paroquial, padre Wagner Oliveira da Silva, relembra que, após a oficialização do desmembramento da paróquia – originária da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe – muitas coisas foram encaminhadas. “Houve um olhar mais atento quanto às questões pastorais, uma preocupação com a formação de lideranças, um acompanhamento das pastorais já existentes. Logo após o ato de criação da paróquia, houve uma assembleia, que viu como necessidade priorizar a formação. Em 2023, iniciamos a formação dos integrantes das pastorais já existentes e a constituição de pastorais novas. De modo que, do final do ano até outubro de 2023, várias pastorais surgiram. No começo do ano, houve formação da Pastoral do Batismo, logo depois, da Pastoral Vocacional, a constituição da Pastoral de Eventos, iniciada a caminhada do grupo de oração, e, com ele, temos presença do movimento da Renovação Carismática Católica; houve a implantação do Encontro de Casais para Cristo, e, mais recentemente do Grupo de Jovens Yeshua, que está dando seus primeiros passos”, enumera o padre.

Ainda segundo padre Wagner, também as comunidades se organizam com seus conselhos e estão constituindo seus conselhos de assuntos econômicos. “Ainda neste ano, uma grande conquista foi a aquisição de um terreno para a construção da casa paroquial. O terreno fica próximo a igreja, uma rua antes de chegar a matriz, mais ou menos 45 metros do fundo do pátio da igreja. Por ora, não tem ligação direta com o terreno da igreja, mas a pretensão é que no futuro isso seja possível. A área foi adquirida pela Mitra Diocesana. Estamos iniciando os encaminhamentos para o projeto de construção, inicialmente da casa pastoral e, depois, do centro de pastoral, do salão paroquial, das salas de Catequese, da secretaria, enfim, de uma estrutura para melhor acolher a paróquia, que está crescendo de maneira muito rápida”, acrescenta o administrador paroquial, afirmando que a região está tendo um crescimento populacional bastante acelerado.

 Futuro

“O empenho de aqui para frente é continuar fortalecendo e formando as pastorais, constituir as que ainda não estão bem estruturadas, por exemplo, a Pastoral da Acolhida, onde estamos dando os encaminhamentos necessários, além de promover um envolvimento maior das pessoas. Uma grande alegria deste ano foi o início do coral infantil, o Coral o Amor me Explicou Tudo. Estamos com aproximadamente 30 crianças. Com isso, o número de coroinhas mais do que duplicou desde o início da paróquia. Hoje, temos 40 crianças que servem como coroinhas e outras tantas, que são acólitos e cerimoniarias”, ressalta padre Wagner.

“A paróquia está muito viva, muito vibrante, celebrando seu primeiro aniversário. Olhando para trás e vendo que muitos passos foram dados de maneira até muito rápida e que há uma perspectiva muito grande pela frente. Há um caminho muito próspero a ser trilhado e de muitas iniciativas que serão necessárias, tendo em vista as obras, que serão muito importantes para acolher melhor os paroquianos. No território da São João Paulo II, temos 30 mil habitantes. Estamos também dando os primeiros passos para um trabalho de evangelização, missionário, na região do Porto Feliz, uma região nova do Bairro Contorno, que tem mais ou menos 600 famílias e está bem distante da matriz. A ideia é logo ter uma nova capela nessa região. Ao mesmo tempo que estamos nos esforçando para estruturar a matriz, investindo na formação, olhamos as necessidades do povo que está mais distante, nas regiões novas, dos condomínios, que estão surgindo e crescendo aceleradamente dentro do território paroquial”, avalia padre Wagner.

da assessoria