Paróquias de PG realizam bênçãos de animais nesta quarta (4) | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2024

Paróquias de PG realizam bênçãos de animais nesta quarta (4)

2023-10-04 às 09:43

Nesta quarta-feira, 4 de outubro, é celebrado o dia de São Francisco de Assis e o Dia Mundial dos Animais. São Francisco é considerado protetor dos animais e padroeiro da ecologia. Na Diocese de Ponta Grossa muitas paróquias, não só as administradas por congregações de carisma franciscano, mas demais comunidades, farão a bênção de animais e plantas para lembrar o dia do santo.

Na Paróquia Imaculada Conceição, a Igrejinha de Uvaranas, quem quiser pode levar seus pets para serem abençoados, das 9h às 11h e das 14h às 16h. “Aqui na Igrejinha é costume realizar essa bênção, mas são muito poucos os tutores que trazem seus bichinhos. A procura é pequena, não chama muito a atenção, tanto que a limitamos duas horas pela manhã e mais duas à tarde”, informa o pároco, frei franciscano, Marcos Reginaldo Forcato, adiantando que, este ano, pretende contar a quantidade e a variedade de animais que serão trazidos à igreja.

Na Paróquia Bom Jesus, também franciscana e também em Uvaranas, ocorreu o tríduo em louvor a São Francisco de Assis de domingo (1º) a terça-feira (2). A Solenidade, lembrada na quarta-feira (4), terá missa às 19h , com bênção dos animais das 10h às 12h e das 16h às 17h, em frente à igreja matriz.

Na Paróquia São Pedro Apóstolo, no Sabará, também franciscana, ocorreu a missa de São Francisco às 8h30 e a bênção dos animais ocorrerá das 17h às 18h em frente à Matriz.

Na Paróquia São Sebastião/Santuário Diocesano de Nossa Senhora Aparecida a bênção será para os animais e para os alimentos dos animais, às 16h, no pátio da igreja, dentro do novenário em honra à Nossa Senhora Aparecida.

São Francisco

Nascido na Úmbria (perto de Assis), Itália, em 1182, seu nome era Francisco Bernardone. Filho de um rico comerciante de tecidos, teve uma adolescência fútil, vivendo na companhia de boêmios e, por isso, aos 20 anos, foi aprisionado. Depois de liberto, gradativamente foi sentindo desinteresse pela vida mundana, converteu-se e abraçou a pobreza de vida.

Francisco era um irmão universal. Não só dos animais e dos vegetais, do cosmos e das estrelas, mas também de todos os homens, mulheres e crianças, e especialmente os pequenos, pobres e doentes. Não existiu homem que fosse estranho ao seu coração: leprosos, bandoleiros, nobres ou plebeus; todos eram seus irmãos. Ninguém como ele irmanou-se tanto com o universo.

Há muitas histórias de São Francisco com os animais. Uma das histórias sobre o santo diz que bandos de andorinhas o seguiam continuamente formando uma cruz e que, em uma ocasião, na qual ele ia pregar em Alvino, disse: “Irmãs andorinhas, agora eu tenho que falar comigo”.

Em outra ocasião, ele amansou um lobo selvagem dizendo: “Venha aqui, irmão lobo, mando-te da parte de Cristo, que não faças nenhum mal a mim nem a ninguém”. E quando estava no monte rezando, um pássaro lhe avisou que era a hora da oração da meia-noite.

da redação com informações da assessoria