Ponta Grossa tem instalação da infraestrutura para o 5G liberada pelo Ministério das Comunicações | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024

Ponta Grossa tem instalação da infraestrutura para o 5G liberada pelo Ministério das Comunicações

2023-03-22 às 14:47
Telefonia móvel 5G

Foi autorizada, nesta quarta-feira (22), a instalação de infraestrutura para o 5G em mais 44 cidades na região Sul do país. A decisão – que começa a valer a partir de segunda-feira (27) – possibilita que as operadoras possam solicitar a implantação da infraestrutura da quinta geração de redes móveis nestas localidades. Ponta Grossa está entre os municípios que obteve a licença.

A decisão ocorreu durante a reunião do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi), criado pelo Edital do 5G. O Ministério das Comunicações (MCom) integra o grupo.

“Estamos acompanhando esse processo de liberação da faixa para o 5G e a implementação da tecnologia em todo o país. Temos avançado na discussão para que as operadoras possam oferecer este serviço o mais rápido possível e com qualidade. Dessa forma, conseguiremos promover cada vez mais uma inclusão digital digna a todos os cidadãos”, destacou o ministro das Comunicações, Juscelino Filho.

No total, 682 municípios já efetuaram a limpeza da Faixa de 3,5 GHz e estão aptas a implementar o serviço. A estimativa é de que ao final deste semestre, cerca de 1,6 mil cidades já tenham sido liberadas para receber a infraestrutura da rede 5G.

O Rio Grande do Sul é o estado que recebeu o maior número de autorizações, totalizando 19 municípios beneficiados. São eles: Alto Feliz, Arroio do Padre, Barão, Cristal, Gramado, Harmonia, Maquiné, Pareci Novo, Pelotas, Picada Café, Rio Grande, Riozinho, Salvador do Sul, Santa Maria, São José do Norte, São José do Sul, São Pedro da Serra, Tupandi e Uruguaiana.

Em Santa Catarina foram 17 cidades autorizadas, sendo Balneário Camboriú, Blumenau, Bocaina do Sul, Camboriú, Capão Alto, Chapecó, Cocal do Sul, Criciúma, Guabiruba, Guatambú, Ilhota, Lages, Luiz Alves, Otacílio Costa, Palmeira, Presidente Nereu e São João do Itaperiú. Paraná teve apenas oito: Cascavel, Guarapuava, Marialva, Marilândia do Sul, Maringá, Matinhos, Ponta Grossa e Telêmaco Borba.

As autorizações ocorrem quando concluída a migração da recepção do sinal de televisão aberta e gratuita por meio de antenas parabólicas na banda C satelital para a banda Ku. O edital do leilão também garantiu investimento das operadoras vencedoras para distribuição de kits para recepção aos cadastrados no CadÚnico — lista de beneficiários dos programas sociais do Governo Federal.

IMPLANTAÇÃO – A liberação da faixa não implica na instalação imediata das redes do 5G nas localidades, pois, de acordo com o edital, os compromissos estão programados para vencer a partir de 2025. A instalação antecipada de estações do 5G nessas cidades depende do planejamento e interesse de cada prestadora.

da ascom do Ministério das Comunicações