Terça-feira, 23 de Julho de 2024

Sesa reitera que pagamentos estão em dia e Hospital Bom Jesus deveria ter comunicado suspensão de atendimentos com antecedência

2023-05-04 às 15:28
Foto: Divulgação

A Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) divulgou na tarde desta quinta-feira (04) uma nota à imprensa em resposta ao documento publicado pelo Hospital do Coração Bom Jesus de Ponta Grossa ontem, no qual a instituição afirma que não está recebendo novos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) para a especialidade de cardiologia clínica e cirúrgica desde as 7h e que teria R$ 4.750.333,40 para receber do órgão estadual. “Não existe condições de tratamento devido ao desabastecimento de materiais, medicamentos e OPME (órteses, próteses e materiais especiais)”, pontua a nota.

O órgão estadual, porém, afirma que todos os pagamentos relacionados ao contrato de prestação de serviços foram realizados. “Há ainda, alguns repasses relacionados a incentivos financeiros que estão em processo de pagamento. Esse processo inclui diversos protocolos que precisam ser cumpridos, desde a documentação ou encaminhamento por parte de outros órgãos, como o Ministério da Saúde. Estes incentivos são recursos adicionais disponibilizados pelo Governo Estadual e federal, e não devem, em nenhuma hipótese, impactar ou inviabilizar o atendimento ofertado pela unidade”, afirma a Sesa.

Ainda conforme o documento da pasta estadual, “nenhum paciente está desassistido e que as demandas continuam sendo reguladas pela Central de Leitos Estadual, que poderá, se necessário, encaminhar os pacientes para outra unidade da Região”. Além disso, a Sesa aponta que, por contrato, o hospital deveria comunicar o Estado sobre qualquer interrupção de serviço com pelo menos 60 dias de antecedência, o que não foi realizado. “A equipe de auditoria e direção da 3ª Regional já estão realizando uma verificação in loco das questões apontadas pelo hospital. A secretaria se mantém à disposição do hospital, para apoiar e dialogar sobre quaisquer problemas que possam prejudicar o atendimento ofertado à população”, pontua o documento

Confira abaixo a íntegra da nota da Sesa:

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), por meio da 3ª Regional de Saúde de Ponta Grossa, informa que possui contrato vigente com o Hospital do Coração Bom Jesus de Ponta Grossa e que todos os pagamentos relacionados ao contrato de prestação de serviços foram realizados.

Há ainda, alguns repasses relacionados a incentivos financeiros que estão em processo de pagamento. Esse processo inclui diversos protocolos que precisam ser cumpridos, desde a documentação ou encaminhamento por parte de outros órgãos, como o Ministério da Saúde. Estes incentivos são recursos adicionais disponibilizados pelo Governo Estadual e federal, e não devem, em nenhuma hipótese, impactar ou inviabilizar o atendimento ofertado pela unidade.

A contratualização entre a Sesa e o hospital prevê que qualquer interrupção de serviços deve ser comunicada ao Estado com pelo menos 60 dias de antecedência – o que não ocorreu neste caso da cardiologia. A equipe de auditoria e direção da 3ª Regional já estão realizando uma verificação in loco das questões apontadas pelo hospital. A secretaria se mantém à disposição do hospital, para apoiar e dialogar sobre quaisquer problemas que possam prejudicar o atendimento ofertado à população.

A Sesa ressalta que nenhum paciente está desassistido e que as demandas continuam sendo reguladas pela Central de Leitos Estadual, que poderá, se necessário, encaminhar os pacientes para outra unidade da Região.