Terça-feira, 23 de Julho de 2024

Sindicato dos Técnicos e Professores da UEPG orienta filiados a não aderirem à greve

2023-05-11 às 13:28
Foto: Fabio Ansolim/Arquivo

O Sindicato dos Técnicos e Professores da Universidade Estadual de Ponta Grossa (SINTESPO) orienta aos filiados a não aderirem à greve com início definido para a próxima segunda-feira (15), pela Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual de Ponta Grossa (SINDUEPG).

Em nota divulgada à imprensa nesta quinta-feira (11), o SINTESPO declara que não deflagrou indicativo de greve e nem paralisação porque o processo de negociação com o Estado do Paraná ainda está em andamento. “Esta negociação é complexa e compreende tanto a justa reivindicação das perdas salarias, hoje no montante de 42%, como a revisão das carreiras dos agentes universitários e docentes, que visa melhorar as condições de trabalho no ambiente universitário”, diz o sindicato.

Ainda de acordo com a entidade sindical, deflagrar uma greve antes de ter esgotado os canais de negociação é “imprudente e pode ser prejudicial aos interesses da categoria” e que a luta pela reposição das perdas salarias está sendo negociada em conjunto com os demais sindicatos reunidos em torno do Fórum de Entidades Sindicais do Paraná (FES).

Confira o comunicado na íntegra:

Veja também

Professores da UEPG devem entrar em greve a partir de segunda-feira (15)