Sábado, 13 de Julho de 2024

Usina Termoelétrica a Biogás de Ponta Grossa concorre a prêmio nacional

2024-03-25 às 15:26

A Usina Termoelétrica a Biogás (UTB) de Ponta Grossa é finalista do Prêmio Melhores do Biogás, que tem como objetivo evidenciar as iniciativas que foram destaque no ano de 2023. O evento de premiação será realizado em Chapecó (SC), de 16 a 18 de abril, durante o 6º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano.

O projeto da UTB de Ponta Grossa concorre na categoria saneamento, que vai escolher a planta ou unidade que gera biogás a partir de resíduos sólidos urbanos ou esgoto. A votação é online e está aberta até o dia 31 de março pelo link: https://docs.google.com/forms/d/1yrDslKnjyOK5UmaReDKQNOyJrZj4gTOTMHPjiB51PCc/viewform?edit_requested=true.

“A nossa usina é um exemplo para todo o Brasil, transformando os resíduos em energia limpa, gerando uma grande economia para o município e consolidando a sustentabilidade”, celebra a prefeita Elizabeth Schmidt.

O objetivo da planta de Ponta Grossa é receber resíduos orgânicos sólidos e líquidos e transformá-los em biogás para produção de energia elétrica que alimenta os prédios públicos da cidade. A iniciativa integra o eixo Fomento e Desenvolvimento do Vale dos Trilhos, o ecossistema de inovação de Ponta Grossa.

A UTB de Ponta Grossa recebe resíduos orgânicos sólidos e líquidos, que são transformados em biogás através do processo de biodigestão anaeróbia em dois biodigestores CSTR de 1.000 m³ cada um, sendo o biogás utilizado na produção de energia elétrica. A UTB tem capacidade para processar até 30 toneladas/dia de resíduos orgânicos e potência elétrica instalada de 520KW. A produção de energia elétrica desde a partida da planta já ultrapassou a marca de 1.000.000 KWh.

Toda a energia produzida pela usina é utilizada pela Prefeitura de Ponta Grossa através de geração distribuída, nos prédios públicos da cidade, incluindo instalações como UPAs, Unidades de Saúde e Escolas. Para este processo, o biogás é direcionado para os motogeradores, onde é utilizado como combustível para produção de energia elétrica, que é injetada diretamente na rede elétrica da concessionária de energia local (Copel).

A coleta seletiva de orgânicos é feita com um caminhão 100% elétrico (abastecido pela energia produzida pela própria usina). A UTB foi inaugurada em maio de 2021, tornando-se a destinação final mais nobre para os resíduos orgânicos gerados no município.

“É um grande orgulho para a cidade ter mais esse reconhecimento pelo trabalho realizado na Usina Termoelétrica a Biogás. A estrutura da Usina é o melhor exemplo do que almejamos: um futuro mais limpo e sustentável”, frisa o secretário de Meio Ambiente, Sandro Bandeira.

Sobre o evento

São 26 candidatos à premiação nas categorias Profissional, Organização e Planta/Unidade Geradora de Biogás. O público já pode escolher os destaques no Brasil. Cada participante só poderá enviar um formulário, conforme prevê o regulamento. Os vencedores serão os mais votados em cada categoria.

A premiação, em sua terceira edição, está marcada para o dia 16 de abril, em cerimônia para entrega dos troféus, que integra a programação do 6º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano.

Também são parceiros na realização do Fórum o Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás) e a Universidade de Caxias do Sul (UCS). A organização é da Sociedade Brasileira dos Especialistas em Resíduos das Produções Agropecuária e Agroindustrial (Sbera).

da assessoria