Terça-feira, 23 de Julho de 2024

Londrina libera 3 mil vagas para vacinação bivalente neste sábado (6)

2023-05-04 às 19:20
Foto: Vivian Honorato/Arquivo NCom

Vacina bivalente está disponível para toda população acima dos 18 anos; agendamento deve ser feito no Portal da Prefeitura, com cinco Unidades Básicas de Saúde disponíveis

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) liberou mais 3 mil vagas para vacinação de reforço com dose bivalente contra Covid-19. Os horários estão disponíveis para este sábado (6), das 8h às 18h, em cinco Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de diferentes regiões da cidade. O agendamento já pode ser feito no Portal da Prefeitura de Londrina e é preciso comparecer no local e horário marcados previamente, tendo em mãos um documento de identificação com foto.

Neste sábado (6), estarão abertas as UBSs do Cafezal (zona sul), Guanabara (centro), Alvorada (zona oeste), Armindo Guazzi (região leste) e João Paz (zona norte).  “Ampliamos o funcionamento com a abertura dessas unidades no sábado (6) com o objetivo de dar oportunidade para que todos recebam a proteção da vacina. Importante lembrar que estamos entrando em uma época de maior circulação de vírus respiratórios, com queda das temperaturas, e as vacinas contra Covid-19 e gripe estão disponíveis com o intuito de evitar quadros graves, complicações e óbito por essas doenças”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado.

Podem receber a vacina bivalente todas as pessoas com 18 anos de idade ou mais, desde que haja um intervalo mínimo de quatro meses (120 dias) da aplicação da última dose.

Como neste sábado (6) a ação contempla apenas o reforço bivalente, quem estiver com doses anteriores incompletas ou em atraso deve agendar na UBS mais próxima para receber o imunizante no decorrer da semana e completar seu calendário vacinal contra a Covid-19. A vacinação contra Covid-19 está disponível para toda população, a partir dos seis meses de idade.

O diferencial da dose bivalente está no fato de que o imunizante foi atualizado, ou seja, além da cepa original do Covid-19, traz proteção contra sua variante prevalente, a Ômicron.