Domingo, 24 de Outubro de 2021
foto: Clebert Gustavo

Vinhos & Viagens: Conheça a Casa Geraldo ao sul de Minas Gerais: vinhos finos, enoturismo, gastronomia e sustentabilidade

19/08/2021 às 14:59

Cada vez mais regiões produtoras de vinho estão surgindo e crescendo no Brasil, minha visita desta vez foi em Andradas, sul de Minas Gerais, onde está situada a Casa Geraldo. Um ambiente acolhedor, com estrutura linda, exemplar e sustentável, que vale a pena ser visitada pelos apreciadores de vinhos finos.

Em busca de conhecer novas regiões produtoras de vinhos finos no Brasil, peguei um voo de Curitiba até São Paulo e de lá, mais de 200 km de carro depois, para o sul de Minas Gerais. Na cidade de Andradas, aos pés da Serra da Mantiqueira, estive em uma das maiores vinícolas do estado que foi fundada em 1969: a Casa Geraldo. O nome é uma homenagem ao fundador Geraldo Marcon.

Fundada por imigrantes italianos que trouxeram suas influências e conhecimentos europeus, a vinícola surpreende pelo tamanho e pela organização. Até chegar na estrutura atual, muito trabalho, dedicação de avós, pais, filhos e netos foram empregados neste projeto que hoje é orgulho da família que já está em sua 6a geração. Na vinícola, fui recebida por uma equipe exemplar que me acompanhou durante toda a visita. O sommelier Luciano Vilela contou detalhes sobre a vinícola que está situada em uma região de altitudes elevadas e temperaturas amenas com clima agradável o ano todo. A localização privilegiada é excelente para o cultivo de culturas como a da uva, que encontra solo fértil e clima propício para seu desenvolvimento. 

Em Minas Gerais, Andradas é conhecida como a “Terra do Vinho”, uma região já tradicionalmente dedicada a esta cultura. Todos os anos, antes da pandemia, a cidade celebrava a Festa do Vinho, evento que atraía milhares de turistas ávidos por degustar seus vinhos e valorizar a cultura local. Em Andradas, a Casa Geraldo é a pioneira na produção de uvas da espécie vitis vinifera, sendo a maior produtora de uvas da região. Toda a dedicação e estrutura tornou a vinícola referência na região no âmbito turístico, promovendo visitas guiadas aos parreirais e às suas instalações, que ainda contam com a seguinte estrutura:

– Atrium: local onde a equipe recepciona os visitantes, que poderão conhecer e degustar os produtos da Casa Geraldo e Vinhos Campino.

– Auditório: com capacidade para 45 pessoas, os visitantes conhecem um pouco mais da história e da produção dos vinhos por meio do vídeo institucional.

– Bar Vip: quando o restaurante está lotado, é uma ótima opção para aguardar, são preparados coquetéis e aperitivos.

-Restaurante EnoGastronômico: recebe vários tipos de eventos e os pratos são preparados no local, também são realizadas noites temáticas com música ao vivo, a Festa da Vindima, que é uma das mais procuradas, entre outras.

-Sala de Degustações: são ministrados cursos de degustação de vinhos, onde os enólogos ensinam o passo-a-passo da arte da degustação e noções básicas de cultivo de uva e elaboração dos vinhos. O programa tem duração de um dia e inclui visita à adega, onde se acompanha todas as etapas da produção vinícola, desde a recepção da uva até a enogastronomia.

-Templo do Vinho: O Templo do Vinho é a loja da vinícola, onde uma equipe treinada oferece assistência completa no momento das compras e, além de comercializarem a linha completa de produtos da Casa Geraldo, também é possível encontrar produtos regionais da fazenda e souvenirs.

A propriedade possui 83 hectares de uvas plantadas e também possui pés de café. A Shiraz, que é a principal uva da região, é cultivada em sistema de dupla poda com inversão do ciclo da videira e além dela ainda são cultivadas as uvas: Sauvignon Blanc, Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc, Pinot Noir, Moscato e Viognier. Neste ano ocorrerá a primeira colheita de Marselan e, para o ano que vem, está prevista a primeira colheita de Touriga Nacional, e futuramente pretendem colher a casta Malbec. A Casa Geraldo produz vinhos tranquilos tintos e brancos para a linha de entrada, e Reserva e Gran Reserva, alguns com estágio de 3 até 15 meses em barrica.

A capacidade anual de produção é de até 2 milhões de litros. Outra questão de destaque é a promoção da sustentabilidade, pois a vinícola trabalha com vidros recicláveis, reciclam seus próprios vidros e aceitam as garrafas de volta. Além disso, 80% da energia utilizada é solar e nas épocas de menor produção, com menos equipamentos em funcionamento, é utilizado 100% de energia solar. O Centro de Produção de Espumantes chama a atenção com tonéis de inox imensos, também conhecidos como autoclaves, com capacidade de 12.000 litros cada, nos quais são produzidos diversos tipos de espumantes como brut, prosecco e moscatel. A estrutura conta com desengaçadeiras, equipamentos de envase e rotuladoras, e a equipe conta com profissionais da Itália e Uruguai. Ao todo a vinícola possui 60 rótulos diferentes incluindo os vinhos de mesa, além de azeites e vinagres.

Outra atração encantadora é a cave onde são armazenados os vinhos nobres e as barricas com os vinhos que estão maturando, o espaço, além de belo e organizado, tem uma trilha sonora especial, a música clássica em todo ambiente proporciona uma atmosfera de paz e tranquilidade contagiantes.

Na propriedade é possível visitar as videiras, e estive na plantação de shiraz onde pude provar as uvas que, por sinal, estavam perfeitas e saborosas, pude também constatar todo o cuidado na proteção das plantas. Durante a caminhada até as videiras avistei belos lagos e também animais lindos como as dezenas de pavões passeando pelas calçadas e jardins e galinhas d’angola presentes pelos jardins ou correndo nas videiras. Segundo me explicou Luciano, elas auxiliam no combate a determinadas pragas, são consumidoras de insetos, gafanhotos, cigarrinhas das pastagens, formigas, cupins e carrapatos, a galinha-d’angola também é considerada importante no controle biológico do meio ambiente. 

Uma outra curiosidade é que a Casa Geraldo tem permissão do Vaticano para produzir o vinho litúrgico, para isso é necessário seguir as normas canônicas. O vinho é  feito com um corte de cabernet sauvignon e moscato, que estagia durante 3 anos em barrica, e além do álcool proveniente da fermentação do vinho, ele é fortificado com álcool vínico extraído da destilação do vinho de prensa e também recebe açúcar, ambos agem como conservantes naturais. O vinho litúrgico é feito para não estragar e não virar vinagre, os sacerdotes, depois que o abrem, podem ter uma bebida de durabilidade de até 2 meses. 

 

Confira as opções de passeios da Casa Geraldo:

Passeio Prata

O passeio prata acontece 5 vezes ao dia, aos sábados, domingos e feriados nos horários de 09h20min, 10h40min, 13h, 14h30min e 15h. O passeio começa no auditório com vídeo contando a história da vinícola, após é entregue uma taça personalizada de polietileno e é realizada uma caminhada até os parreirais (ficam a 100 metros da Casa Geraldo). Nos parreirais há toda uma explanação sobre as técnicas utilizadas no vinhedo com degustação de vinhos. Logo após, é feito um tour pela vinícola onde são degustados espumantes em fase de elaboração nas autoclaves e vinhos já prontos na cantina e ao lado da cave de maturação, ao todo são degustados 5 rótulos prontos, 2 espumantes em elaboração e 2 tipos de suco de uva. O passeio tem a duração de 1 hora e 15 minutos. O valor é de R$ 45,00. Pessoas com problemas de locomoção devem avisar antecipadamente.

Wine In The Garden

Uma experiência única para quem ama a natureza e gosta de tomar um bom vinho. A vinícola disponibiliza pontos específicos em meio aos parreirais e outros dentro da propriedade onde em estilo piquenique os casais ou amigos poderão passar bons momentos degustando vinhos, queijos, frutas e frios. Horário: Das 10h às 16h30min

Menu 

Tábua de frios e queijos com: copa, salame italiano, peito de peru, queijo gorgonzola, queijo parmesão, queijo nozinho, queijo palito, queijo gouda, azeitonas, torradas, mini pão italiano, patê, frutas, 1 garrafa de vinho (escolha abaixo):

Bordo Suave, Cabernet Shiraz Jatobá, Sauvignon Blanc Alma, Espumante Moscatel Espumante Brut, Espumante Prosecco

Serão fornecidos: 2 taças de polietileno personalizadas, 1 bag personalizada. Será emprestado toalha, almofadas, cesta de piquenique e demais utensílios que deverão ser devolvidos ao final.

Valor R$240,00 por Casal, R$120,00 por pessoa a mais. Criança R$50,00 (fritas, suco de uva podem ser incluídos).

Haverá um serviço de entrega com comunicação via WhatsApp, os clientes poderão pedir vinhos e outras porções que serão entregues no local. É recomendado trazer chapéu, protetor solar e repelente.  São disponibilizados somente 20 pontos por dia, as vendas são pelo WhatsApp (35) 99716-4348, os agendamentos devem ser realizados com antecedência.

 

Restaurante

O restaurante trabalha para o almoço com Menu Degustação 4 tempos, sexta, sábado, domingo e feriados nacionais, também é necessário reservar com antecedência. 

 

Loja

Aberta de segunda a domingo das 09h às 17h

 

Casa Geraldo

Fazenda São Geraldo, Jaguari – MG, 37795-000

(35) 3731-1600

WhatsApp (35) 99716-4348

Site: http://www.casageraldo.com.br/

Clique e confira os vídeos no Youtube e no Instagram

Vinhos & Viagens

por Patrícia Ecave

Patrícia Ecave é jornalista, digital Influencer e sommelière paranaense. Trabalhou com radiojornalismo, assessoria de imprensa, eventos, produção de vídeos, funcionalismo público, gestão administrativa e gestão de pessoas. Realizou viagens enogastronômicas e cursos no país e no exterior, como Vale dos Vinhedos, Cone sul e Europa. Organiza workshops, cursos, jantares harmonizados, treinamento de equipes e consultoria geral. Escreve sobre viagens, vinhos e gastronomia.