Ponta Grossa terá cinco candidatos à Prefeitura nas Eleições 2020; confira as chapas e o histórico dos candidatos

  • 16/09/2020
Ponta Grossa terá cinco candidatos à Prefeitura nas Eleições 2020; confira as chapas e o histórico dos candidatos

Com o fim das convenções partidárias na noite desta quarta-feira (16), o cenário da corrida eleitoral de 2020 fica definido. Ponta Grossa terá cinco candidatos à Prefeitura este ano, sendo duas mulheres.

Um dos nomes na disputa é o de Márcio Pauliki (Solidariedade). Administrador, empresário e ex-deputado estadual, Pauliki disputou as eleições municipais em 2012 e conquistou 30,01% dos votos. Em 2014, Marcio foi eleito deputado estadual, na época pelo PDT. Em 2018 o empresário disputou o pleito para deputado federal, mas não foi eleito, ficando na primeira suplência da coligação. O vice da chapa será Ricardo Zampieri (Republicanos), que atualmente exerce o cargo de vereador em Ponta Grossa. Em 2016, Zampieri foi eleito como o parlamentar mais jovem da Câmara Municipal de Ponta Grossa, aos 21 anos na época.

Candidato a prefeito, Marcio Pauliki, e vice-prefeito, Ricardo Zampieri

Elizabeth Schmidt (PSD), atual vice-prefeita de Ponta Grossa, é o nome apoiado pelo prefeito, Marcelo Rangel, e pelo governador do Estado, Ratinho Junior. Professora por formação, Elizabeth começou na política quando assumiu a Secretaria de Cultura em 2005, no governo Wosgrau. Em 2014, arriscou uma candidatura como deputada federal. Em 2016, participou das eleições com Marcelo Rangel. O capitão Saulo Vinícius Hladyszwski (sem partido) foi escolhido como vice na chapa. Policial militar, Saulo é capitão da Patrulha Escolar e atuante no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd).

Candidata à prefeita, Elizabeth Schmidit, e vice-prefeito, capitão Saulo

A candidatura de Mabel Canto (PSC) foi a surpresa dessas eleições. Advogada e radialista, Mabel cumpre o primeiro mandato como deputada estadual na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), onde luta pelas causas das mulheres e das gestantes. A filha do ex-prefeito de Ponta Grossa, Jocelito Canto, contará com o apoio do deputado federal Aliel Machado (PSB), que renunciou à candidatura para apoiar a deputada. O candidato a vice-prefeito na chapa será o vereador Pietro Arnaud (PSB). Advogado e professor universitário, Pietro está no segundo mandato como vereador de Ponta Grossa e já foi chefe do Procon na cidade.

Candidata à prefeita, Mabel Canto, e vice-prefeito, Pietro Arnaud

A esquerda contará com dois nomes na disputa eleitoral deste ano. Um deles é o do Professor Gadini, candidato pelo PSOL. Professor concursado da Universidade Estadual de Ponta Grossa, onde trabalha há 24 anos, Gadini presidiu o Sindicato dos Docentes da UEPG entre 2006-2008, foi um dos fundadores da TV Comunitária PG e apoia a organização de atividades e movimentos sociais em diversas áreas na Cidade. O candidato a vice-prefeito será o professor Lineu Kieras, também do PSOL. Professor há 15 anos na rede estadual de ensino e militante pela defesa do ensino público, Lineu participa pela primeira vez de uma disputa eleitoral.

Candidatos a prefeito, professor Gadini, e vice-prefeito, professor Lineu

Já o candidato do PT será o professor Edson Armando Silva. Historiador e professor universitário desde 1987, Edson foi presidente da Fundação Educacional de Ponta Grossa (Funepo), coordenador de planejamento estratégico da gestão do prefeito Péricles de Mello e presidente da Fundação Cultural de Ponta Grossa entre os anos de 2000 e 2004. O vice-prefeito da chapa será o pastor João Carlos Oliveira Andrade (PCdoB), que promete ser oposição à bancada evangélica. Membro do Exército da Salvação, atuou em várias regiões do país na luta pela moradia digna, pela população negra e pela comunidade LGBTQ+.

Candidatos a prefeito, professor Edson, e vice-prefeito, pastor João Carlos

+ Notícias