Agro&Negócio: ‘Gigante agritech no combate à fome mundial’, por Ricardo Weg | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Segunda-feira, 04 de Março de 2024

Agro&Negócio: ‘Gigante agritech no combate à fome mundial’, por Ricardo Weg

2022-07-08 às 16:05
Alex Marianelli, diretor da divisão da cadeia de suprimentos, programa mundial de alimentos das nações unidas (à esquerda), e Dr. Cris Nelson, presidente e CEO da Kemin Industries (à direita), reuniram-se na sede global do World Food Programme em Roma. (Foto Divulgação)

No Brasil especialmente produzimos muitos alimentos, saciamos a fome de países quase inteiros. Mas mesmo assim, com o agronegócio a mil por hora, há gente com fome. Como fechar essa conta? Quais os exemplos positivos?

Um deles é o Programa Mundial de Alimentos (WFP – World Food Programme). O programa renovou parceria com a Kemin Industries, que tem duas unidades no Brasil, uma em Valinhos e outra em Indaiatuba (SP), no entanto, a empresa é Global, com maior número de unidades fabris na Europa, EUA e Ásia. Com isso a empresa mantém seu apoio a projetos globais de pesquisa e assistência alimentar.

A renovação com o Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA OU WFP – World Food Programme) por mais cinco anos tem como objetivo continuar auxiliando no combate a fome, com as tecnologias de ciência dos alimentos, segurança e qualidade. O WFP é a maior organização humanitária dedicada a salvar vidas e mudá-las para melhor, fornecendo assistência alimentar em emergências e trabalhando com comunidades para melhorar a nutrição e construir resiliência.

Desde a primeira parceria com o WFP em 2008, a Kemin ajudou a desenvolver ferramentas para garantir uma segurança alimentar robusta e o gerenciamento da qualidade, melhorando o perfil nutricional e a vida útil dos alimentos que o WFP utiliza em suas operações. A parceria entre a Kemin e o WFP aprimorou com sucesso uma gama de produtos alimentícios de uso emergencial, incluindo aqueles destinados a enfrentar a desnutrição aguda moderada e usados em países afetados por conflitos, incluindo Iêmen, Sudão do Sul e Síria.

A Kemin também facilitou a adoção do WFP de testes globais de conformidade de produtos e o desenvolvimento de um modelo padrão para especificações de produtos alimentícios e embalagens.

Com décadas de experiência na fabricação de ingredientes nutricionais para alimentos e bebidas que atendam aos critérios de alta qualidade e segurança, a Kemin auxilia o WFP a garantir que seus produtos atendam a esses mesmos padrões.

“A Kemin iniciou nossa parceria com o WFP há quase 15 anos e, desde então, vimos a importância e a necessidade de sua ajuda crescerem imensamente”, disse o Dr. Chris Nelson, presidente e CEO da Kemin Industries. “Trabalhar ao lado do WFP nos deu a oportunidade de emprestar nossa experiência e ajudar a apoiar os mais necessitados. Estamos orgulhosos de ser um parceiro corporativo de uma organização tão crítica e permanecer dedicados a ajudar no que pudermos para expandir seu impacto e erradicar a insegurança alimentar em todo o mundo.”

Desde sua fundação, em 1961, o WFP tem se dedicado a acabar com a fome e a insegurança alimentar, salvar vidas em emergências e usar a assistência alimentar para construir um caminho para a paz, estabilidade e prosperidade para as pessoas que se recuperam de conflitos, desastres e o impacto das mudanças climáticas.

“O WFP é grato aos nossos parceiros corporativos de longa data que, como a Kemin, nos ajudam a combater a fome e a fornecer assistência que salva vidas e que mudam vidas para os mais vulneráveis”, disse Virginia Siebenrok, Chefe de Segurança e Qualidade De Alimentos do WFP. “Nos últimos 15 anos, a Kemin forneceu suporte crítico, recursos compartilhados e expertise, e fortaleceu nossas práticas e ferramentas de segurança alimentar e qualidade. Essa parceria chave ajudou o WFP a fornecer alimentos seguros e nutritivos em emergências, melhorar a nutrição e construir resiliência a longo prazo nas comunidades que atendemos.”

Esta semana, Kemin e membros da equipe do WFP se reuniram na sede global do WFP em Roma para assinar o acordo de renovação de parceria e discutir estratégias para o futuro. A empresa se comprometeu em continuar apoiando o WFP no avanço de seus protocolos de segurança alimentar e qualidade, ao mesmo tempo em que fornece serviços de laboratório e um cientista de alimentos dedicado para ajudar as operações relevantes do WFP.

Sobre a Kemin Industries

A Kemin Industries é uma fabricante global de ingredientes, dos quais mais de 500 são patenteados para saúde e nutrição humana e animal, alimentos para animais de estimação, aquicultura, nutracêuticos, tecnologias alimentares, tecnologias agrícolas e indústrias têxteis.

Por mais de meio século, a Kemin se dedica ao uso da ciência aplicada para enfrentar os desafios do setor e oferecer soluções de produtos para clientes em mais de 120 países. A Kemin fornece ingredientes para alimentar uma população em crescimento, com seu compromisso com a qualidade, segurança e eficácia de alimentos, rações e produtos relacionados à saúde.

Fundada em 1961, a Kemin é uma empresa privada, de propriedade e operação familiar, com mais de 3.300 funcionários e operações globais em 90 países, incluindo instalações de fabricação na Bélgica, Brasil, China, Índia, Itália, Rússia, São Marino, Singapura, África do Sul, Turquia e Estados Unidos.

Quer fazer parte dessa história? A Kremin está com vagas abertas em diversos países. Saiba mais em: https://www.kemin.com/

Nota da coluna: Agradecemos a Alfapress Comunicações pelo envio das informações, e desejamos sucesso na parceria, e no combate a fome. Parabéns.

Agro&Negócio

por Ricardo Weg

Formado em comunicação-social, letras e MBA em Marketing Digital (Fundação Getulio Vargas), Ricardo Wegrzynovski é multimídia (internet, TV e rádio). Empolgado com a vida, trabalha com marketing e tecnologia. Escreve também para o gigante The Rio Times. É assessor de comunicação em política. Nesse setor trabalhou com a equipe do ex-presidente dos EUA, Barack Obama. Em Brasília, onde morou por 13 anos, trabalhou na Câmara dos Deputados, Ipea, Ministério da Agricultura, e Presidência da República. No exterior trabalhou em Londres e Portugal. Paranaense gente boa, manezinho adotado pela ilha, mora em Floripa quando pode. No mais é “nômade digital”.