Coluna Bits: A Biotecnologia como alento a sociedade; confira a entrevista especial | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Quinta-feira, 29 de Fevereiro de 2024

Coluna Bits: A Biotecnologia como alento a sociedade; confira a entrevista especial

2021-06-07 às 14:21

A biotecnologia está presente no nosso dia a dia. Entender alguns aspectos dessa realidade é de suma importância, especialmente quando muito dos seus avanços estão sendo determinantes nos desafios impostos pelo Coronavírus. Acompanhe as entrevistas com Ana Paula Travalini, Doutora em Ciência e Tecnologia de Alimentos e Carlos Alberto Braz especialista no processamento de energias renováveis:

Ana Paula é engenheira de alimentos (UEPG), engenheira de segurança do trabalho (UTFPR), mestre e doutora em Ciência e Tecnologia de Alimentos (UEPG), tendo desenvolvido pesquisa na área de alimentos na Iowa State University. Atualmente é docente do curso técnico em Biotecnologia (SENAI).

Ana Paula Travalini – Doutora em Ciência e Tecnologia de Alimentos

Quais as maiores demandas nas indústrias relativas à biotecnologia?

A Biotecnologia “é um conjunto de técnicas que utiliza os seres vivos, ou parte desses, no desenvolvimento de processos e produtos que tenham uma função econômica e (ou) social”. Está presente em diversas áreas e produtos, os quais muitas vezes não nos damos conta, tais como alimentos e bebidas, vacinas e medicamentos, tratamento de efluentes, biocombustíveis, além do estudo e aplicação de microrganismos, plantas e animais geneticamente modificados.

Quais desafios têm sido vencidos com a ajuda da biotecnologia?

Sem sombra de dúvida, o maior desafio da atualidade tem sido as formas de combate ao vírus SARS-Cov-2, por meio dos exames de detecção com resposta rápida (RT-PCR e teste de anticorpos / imunoglobulinas), além das vacinas desenvolvidas em diferentes laboratórios biotecnológicos do mundo. Sabe-se que vidas serão salvas com a vacina, ou seja, a biotecnologia está sendo capaz de salvar vidas e mostrar o seu potencial para o mundo.

Qual o perfil de um profissional atuante no setor?

Um profissional de Biotecnologia passará pelo estudo de várias disciplinas, como microbiologia, química, bioquímica, biologia molecular, imunologia, entre outras. O profissional precisa gostar de pesquisas e de uma rotina de laboratório, onde ele terá capacidade para atuar em diferentes indústrias na área biotecnológica, principalmente em pesquisas e desenvolvimento de análises e produtos.

Você acredita que o Brasil está em fase com as demandas internacionais?

Estamos no caminho. Existem muitos países que estão muito avançados em pesquisas e desenvolvimentos biotecnológicos, entretanto o Brasil possui universidades e laboratórios com pesquisadores altamente qualificados e que inclusive estão contribuindo muito para o desenvolvimento de vacinas atualmente. O que falta no Brasil é investimento e infraestrutura para que consigamos resultados similares aos apresentados internacionalmente.

Você consegue enxergar um mundo sem os avanços da biotecnologia?

Um mundo sem biotecnologia, seria um mundo com baixa expectativa de vida, pois foi por meio da biotecnologia que vacinas foram criadas, medicamentos foram desenvolvidos e doenças graves foram extintas ou diagnosticadas precocemente; seria um mundo sem evolução agrícola e industrial, pois em biotecnologia podemos aperfeiçoar plantas e insumos para atingir uma maior produtividade, além da redução de custos em processos industriais; seria um mundo com um menor cuidado com o meio ambiente, pois possibilita a produção de biocombustíveis, produtos biodegradáveis e a utilização de microrganismos no tratamento de resíduos; seria um mundo sem a ciência que é capaz de solucionar muitos problemas da sociedade.

Qual o próximo passo para a biotecnologia?

Acredito que a pandemia incentivou o financiamento e demonstrou a grande importância da área da biotecnologia para a sociedade a nível mundial. Para o Brasil, o ideal seria um maior investimento para melhorar a infraestrutura de laboratórios de pesquisas. Acredito que em breve, será possível o desenvolvimento de maiores pesquisas na área da saúde, inclusive com diagnósticos precoces de doenças graves, como tumores, até o desenvolvimento de medicamentos e vacinas que auxiliem nos tratamentos de doenças que ainda acometem a nossa população.

Carlos é especialista no processamento de energias renováveis e formação nas áreas química, elétrica, mecânica, segurança do trabalho e produção industrial, atuando como coordenador no curso técnico em Biotecnologia (SENAI).

Carlos Alberto Braz – especialista no processamento de energias renováveis

Quais as principais aplicações da biotecnologia?

A área de biotecnologia é muito ampla, indo desde desenvolvimento de produtos, área alimentícia, geração de energia, construção civil, área da biologia, inovação em embalagens inteligentes que interagem com o usuário, por exemplo, avisando a temperatura do conteúdo, ou se está dentro do prazo de validade, ou se o grau alcoólico está dentro do esperado. Sendo aplicada à diversas áreas, saúde, meio ambiente, alimentos e outros.

Conceitualmente, existem dez diferentes tipos de biotecnologia, conforme classificação através das cores:

Biotecnologia vermelha: relacionada a medicina humana e animal.

Biotecnologia branca: aplicada aos processos industriais.

Biotecnologia cinza: aplicada em áreas ambientais.

Biotecnologia Azul: relacionada aos estudos do bioma marítimo.

Biotecnologia Marrom: aplicada ao desenvolvimento de plantas e soluções inovadoras em locais inóspitos.

Biotecnologia amarela: voltada para a alimentação e nutrição, é o ramo mais velho da biotecnologia.

Biotecnologia dourada: voltado a bioinformática e nanotecnologia.

Biotecnologia verde: relacionada a nutrir e fertilizar plantações, combater pragas e fenômenos climatológicos.

Biotecnologia roxa: atua no lado ético, regulamentações e propriedade intelectual.

Biotecnologia laranja: responsável pelo ensino da biotecnologia.

Biotecnologia preta: responsável pela investigação do desenvolvimento de armas biológicas e o fomento do bioterrorismo.

É possível empreender com a biotecnologia?

E devido a esta extensa gama de aplicações, fica fácil empreender com a biotecnologia, pois pode-se desenvolver uma roupa que, por exemplo, elimine possíveis contaminações biológicas, como já acontece com um filme plástico, produzido pela Extrusa Pack, sendo já usado no revestimento interno de ônibus urbano de Guarulhos, como forma de inibir a proliferação do coronavírus dentro de seus coletivos.

Quais habilidade você considera essenciais para um profissional atuante neste mercado?

Para atuar na área de biotecnologia a pessoa deve ser proativa e visionária, adequando seus estudos as necessidades do ser humano, assim sendo, não há limites, a não ser o ético, para um técnico em biotecnologia.

Como a biotecnologia pode auxiliar nos desafios em decorrência da pandemia?

A biotecnologia atua na prevenção e no tratamento de doenças, portanto é sem dúvida alguma um instrumento de diagnóstico. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, “Biotecnologia significa qualquer aplicação tecnológica que utilize sistemas biológicos, organismos vivos, ou seus derivados, para fabricar ou modificar produtos ou processos para utilização específica”.

Uma vertente da biotecnologia que está em franco desenvolvimento é a Biologia Sintética, onde literalmente reprogramamos organismos vivos por meio da modificação do código genético, e isto nos permitirá oferecer aos usuários de maneira geral, um maior controle de qualidade destes produtos, pois podemos inclusive modificar as células de uma pessoa contaminada com um certo vírus, impedindo que a doença se manifeste ou prolifere.

Como você enxerga que a biotecnologia será usada para trazer a sociedade ao “novo normal”?

Este período atual de pandemia, vem reforçar a dependência da sociedade em estudiosos da biotecnologia, somente assim avançaremos para um futuro, de qualidade melhor, onde nossas invenções e criações, não agridam o meio ambiente, pelo contrário, atuem como catalizadores para uma rápida interação como o meio ambiente.

Vejo que através da biotecnologia podemos redirecionar os pensamentos e a forma de agir de algumas pessoas, tanto na indústria como também na esfera científica, melhorando a qualidade de vida não somente dos seres humanos, mas sim de todos os seres vivos.