Coluna Bits: ‘Os perigos dos golpes de final e de todo ano’, por Matheus Schlosser Basso | D'Ponta News - Notícias do Paraná - Jornalismo sério para leitores exigentes!
Quinta-feira, 29 de Fevereiro de 2024

Coluna Bits: ‘Os perigos dos golpes de final e de todo ano’, por Matheus Schlosser Basso

2022-01-02 às 11:43

Os perigos dos golpes de final e de todo ano

E em clima de final de ano o comércio se beneficia com consumidores em frenesi para encontrar a melhor oferta, o que propicia bons negócios e, invariavelmente, golpes. Com o aumento das compras via internet nos últimos dois anos, os criminosos mais do que nunca se “qualificaram” para aplicar suas vigarices no mundo digital.

Em um meio onde ainda é muito fácil se esconder e esconder suas reais intenções, a internet acaba sendo a via perfeita para aplicar os mais diversos scams, termo oriundo do inglês para se referir aos golpes. Seja pela falta de conhecimento, cuidado ou mesmo inocência por parte da vítima, os scammers (golpistas) se aproveitam de doações para falsas instituições, compras de presentes que nunca chegam ou são trocados, itens enfadonhos que não cumprem sua proposta, ou mesmo golpes que envolvem aluguel de casas que são de outros donos ou inexistentes. A internet é a via perfeita para aqueles com más intenções.

Como todos sabem, retornar ao comércio pré-era digital é impossível e um retrocesso que prejudicaria a todos, logo a única opção é reduzir a oportunidade na ponta do criminoso.

Lembre-se sempre da máxima: se você não é uma pessoa pública, dificilmente um golpista vai estar especialmente de olho em você. O golpista espera uma brecha, seja quem for. Se você der bobeira, será uma vítima. É o famoso “lugar errado, na hora errada”. Todos somos vítimas em potencial e, ao mesmo tempo, nenhuma vítima em especial.

Como se proteger?

Fazer o básico já é um bom começo, você não precisa de uma graduação em cyber-security para se proteger. Evite abrir qualquer link estranho que recebe nas redes sociais e e-mails de remetentes desconhecidos com promoções mirabolantes de final de ano. É muito fácil se encantar com a possibilidade de ganhar um smartphone, uma moto, uma casa e um cachorro, mas resista ao impulso. Pesquise sobre a promoção primeiro. Se a promoção pede para digitar informações sensíveis como dados bancários, senhas de e-mail e redes sociais a luz mental de alerta já deve começar a piscar. Todo cuidado é pouco.

Ao abrir sites de banco sempre verifique se o site está correto, uma forma que muitos golpes são aplicados é criando páginas idênticas ao do banco, mas com o endereço diferente. Cuidado com sites bancários do tipo nomedobanco.site.net, nomedobano-online.com. E, especialmente, evite deixar dados salvos no celular, o pix da mesma forma que facilita a vida no dia a dia, também facilita uma transferência rápida para alguém com acesso ao seu aparelho. Devemos lembrar que nem todo crime virtual é necessariamente realizado via internet, um celular roubado com acesso ao banco é mais que suficiente para um prejuízo enorme.

Ao comprar de vendedores na internet, pesquise primeiro a reputação dele, evite comprar de marktplaces que possuem poucas informações sobre. Uma boa dica é procurar informações no www.reclameaqui.com.br e sempre comprar de sites seguros com HTTPS.

Existem outros tipos de golpes que apelam mais para o lado humano que o tecnológico, mas usam a internet como via de acesso. Para eles, o cuidado tem que ser redobrado, pois além do prejuízo material, podem ocorrer prejuízos emocionais. Ao se relacionar com pessoas via internet, tenha muito cuidado quando a ela solicita empréstimos, presentes e outros favores financeiros, que podem ser justificados pelas datas comemorativas. Este tipo de golpe é muito comum. Mensagens via Whatsapp e Telegram de parentes solicitando empréstimos de final de ano e até mesmo resgates de possíveis sequestros, podem ser golpes disfarçados.

A internet é uma excelente ferramenta, e inclusive muitas pessoas estão mudando sua realidade econômica de forma lícita com ela, mas sempre lembre que todo esse poder precisa ser usado com cuidado e responsabilidade.

Feliz ano novo a todos!