Domingo, 21 de Abril de 2024

A Ponta Grossa que nós queremos: empresário Álvaro Góes defende readequação no orçamento

2020-07-20 às 10:49

Se você perguntar à maioria dos políticos e das pessoas envolvidas nesse meio quais devem ser as prioridades de um prefeito, certamente vai ouvir que áreas como saúde, educação e segurança devem estar em primeiro lugar. E, sim, essas coisas são de suma importância, mas nem sempre correspondem aos anseios e às reais necessidades da população. 

Com a proximidade das eleições municipais, previstas para começar no dia 15 de novembro, o portal D’Ponta News ouviu 12 lideranças de Ponta Grossa para saber quais devem ser, na visão delas, as prioridades do próximo prefeito do município. Nas próximas duas semanas, você confere diariamente, qual é a Ponta Grossa que nós queremos.

Nesta terça-feira (21), você confere o depoimento do empresário Álvaro Góes:

            Enxugar os gastos e readequar o orçamento

            “Eu enxergo a Prefeitura como uma empresa. É preciso, primeiramente, saber o que ela gasta e o que arrecada, enxugar os gastos e readequar o orçamento. Aquilo que tem déficit e que dá prejuízo, tem que cortar. Existem outros custos, que são altos e que não podem ser cortados, então é preciso transformá-los em arrecadações, para que se possa mantê-los. É o caso da saúde, que deve ser o investimento prioritário. O povo sofre porque não tem atendimento, e isso é uma das coisas básicas que o município tem que dar. Um povo que tem saúde é um povo feliz, é um povo que consegue trabalhar no seu dia a dia e resolver os seus problemas”

            Álvaro Góes, empresário e presidente do Grupo Gestor do Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC)