Sexta-feira, 21 de Junho de 2024

Eleições 2020: Pauliki pretende ampliar investimentos na educação

2020-11-03 às 16:23

Investir mais em educação, contribuindo diretamente para o desenvolvimento da cidade. É com essa premissa que Marcio Pauliki, candidato a prefeito de Ponta Grossa, defende a melhoria na qualidade do ensino municipal. Entre as principais propostas estão a valorização de todos os profissionais, intensificação do ensino integral e oferta de ensino parcial, aperfeiçoamento em salas de aula e entrega anual de uniforme escolar.

“Vamos começar com a valorização dos professores e de todo o quadro de educação. Esses profissionais tão importantes terão o seu trabalho reconhecido, com a revisão de cargos e com salários dignos”, ressalta Pauliki. O candidato comenta que é necessário desburocratizar o sistema de ensino da cidade, através do uso de novas tecnologias, priorizando o trabalho dos professores em sala de aula, diferentemente do que acontece hoje, em que eles passam muito tempo preenchendo relatórios.

Pauliki enfatiza que o trabalho em prol do ensino integral continuará intenso e contará com um currículo diversificado, inclusive com a prática de esportes e aulas de civismo, patriotismo e empreendedorismo. Entretanto, seu objetivo é verificar a real demanda por novas escolas e CMEIs, averiguando com os pais sobre a implantação do ensino parcial em algumas regiões, a fim de aumentar o número de escolas na cidade. O candidato revela ainda que estudará a possibilidade de implementar Escolas Municipais Cívico-Militares em Ponta Grossa.

A partir de 2022, Pauliki quer instituir a entrega anual do uniforme escolar, que atualmente acontece a cada dois anos. Cada kit irá conter agasalho completo com calça, jaqueta, uma camiseta de manga curta, uma de manga comprida, duas bermudas e um par de tênis. “Isso é muito importante para a cidadania de nossas crianças e também dos pais”, garante o candidato.

Com propostas que contemplam a educação ponta-grossense num todo, Pauliki planeja implantar projetos para os pré-adolescentes do fundamental II, que estudam em escolas estaduais.  “Através de uma parceria da Prefeitura com diversas instituições, teremos o contraturno social para esses jovens, incluindo módulos educacionais da Guarda Mirim e também com cursos profissionalizantes voltados aos jovens que buscam seu primeiro emprego”, salienta.

Da Assessoria