Segunda-feira, 27 de Maio de 2024

Censo Demográfico 2022: Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

2022-08-08 às 13:59
Foto: Eduardo Vaz

Com o início do Censo Demográfico 2022, os recenseadores credenciados vão às ruas para coletar as informações relacionadas à população. Por isso é importante saber identificar os profissionais que realmente estão aptos pelo IBGE.

Os coordenadores de área do Censo Demográfico em Ponta Grossa, Elizabete Rocha e Mauro da Silva Neves afirmam que os recenseadores são identificados por meio de um crachá contendo foto, dados pessoais, o site do IBGE, e ainda usam um colete azul escuro do IBGE. “A pessoa a ser entrevistada pode identificar, antes de iniciar a entrevista, através do site do IBGE, se o recenseador é realmente credenciado para fazer a entrevista. Eventualmente ele vai em dupla, algumas visitas são acompanhadas de um coordenador”, pontua Mauro.

Para confirmar a identidade do recenseador também é possível ligar no telefone 0800 721 8181 ou, ainda, solicitar um documento oficial de identidade ao entrevistador. Além disso, o recenseador é instruído a não entrar nas residências e a realizar a entrevista no portão das casas.

Aqueles que optarem por não responder as perguntas ao recenseador podem solicitar o questionário via internet. “Mas você tem que receber o recenseador e informar isso. Ele irá fazer um cadastro pela internet e a pessoa receberá, por e-mail ou SMS, uma senha para conseguir entrar no site e responder esse questionário”, explica. A senha é enviada instantaneamente e o morador tem sete dias para responder.

Questionários

Segundo Elizabete Rocha, é obrigatório responder ao questionário do IBGE, assim como também é garantido o sigilo das informações fornecidas ao órgão. “Tudo isso é sigiloso, nada é divulgado. A renda é para nós traçarmos perfis de renda, não vamos divulgar individualmente, o mesmo com o CPF”, esclarece Rocha.

Existem dois modelos de questionários, o básico e a amostra, sendo que a cada 10, um é amostra. “O básico é muito rápido, uma casa que tenha três moradores leva cerca de 10 minutos para responder. A parte mais demorada é listar esses moradores, quem é responsável pelo domicílio, a relação que as outras pessoas têm em relação a ele, nome e data de nascimento de cada um”, explica. Entre as perguntas do ‘básico’ estão questões relacionadas ao domicílio, características individuais de cada morador e a renda somente do responsável pela residência.

Quanto ao horário que o recenseador deve realizar a coleta de dados é flexível, conforme explicam os coordenadores. Elizabete afirma que os trabalhadores devem cumprir no mínimo 25 horas de carga horária por semana, porém como eles recebem por produção, não é possível exigir um horário fixo. “A gente recomenda que sempre trabalhem mais no final da tarde, que é o horário melhor de encontrar as pessoas em casa, e no final de semana, mas ele pode chegar a qualquer momento. Recomendamos que até no máximo 21h, para não chegar tão tarde e não incomodar o morador”, diz.

Atualmente Ponta Grossa conta com cerca de 200 recenseadores que devem percorrer todas as ruas do município até o dia 30 de outubro.

Saiba mais:

Censo Demográfico é fundamental para políticas públicas e iniciativa privada, explicam coordenadores