Segunda-feira, 22 de Abril de 2024

Confira o decreto que estabelece as novas medidas de combate à COVID-19 em PG

2020-07-25 às 09:51

Na noite de sexta-feira (24), em edição complementar do Diário Oficial, a Prefeitura de Ponta Grossa publicou as novas medidas de combate à COVID-19 na cidade.

Novas medidas

Na tarde desta sexta-feira (24), o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel fez uma transmissão ao vivo para apresentar novas ações de enfrentamento à Covid-19 no município.

A primeira medida anunciada por Rangel é a mudança da ‘bandeira amarela’ para a ‘bandeira laranja’. Segundo o prefeito, isso significa maior risco de contágio pelo coronavírus e a necessidade de um novo protocolo de enfrentamento à doença.

“Nós acompanhamos, ao longo dessa semana, a evolução da Covid-19 no Brasil, no estado do Paraná, na região metropolitana da nossa capital Curitiba e, é claro, também na cidade de Ponta Grossa. Nós já estamos há mais de 130 dias desde o primeiro caso registrado em Ponta Grossa e acreditamos que esse é o momento mais crítico e que requer mais atenção de todos os cidadãos, da administração e do sistema de sáude”, explica.

Nesse novo estágio do combate ao coronavírus, pede o apoio da população e do setor produtivo. “Todas as pessoas precisam participar diretamente dessa guerra. Nós ainda observamos pessoas que não usam máscara na rua, aglomerações em parque e locais públicos” cita.

De acordo com Rangel, o protocolo da ‘bandeira laranja’ será válido por sete dias e reavaliado na próxima sexta-feira (31). “Nós sempre fazemos os decretos para sete dias, porque queremos voltar ao estágio anterior. Nós esperamos poder voltar para a ‘bandeira amarela’”, afirma.

Comércio volta a trabalhar de maneira escalonada e com horário reduzido

A principal medida anunciada por Rangel é a volta do comércio escalonado, com funcionamento em dias intercalados e tempo reduzido. O novo horário de funcionamento do comércio de Ponta Grossa é das 10h às 16h.

Na segunda e quinta-feira poderão funcionar lojas de eletrodomésticos e utilidades. As lojas de vestuário e artigos pessoais abrem as portas na terça e na sexta-feira. Na quarta e no sábado estão liberadas as demais atividades.  

Segundo Rangel, também haverá incentivo para o trabalho com delivery e hora marcada. “Mesmo nos dias em que não estão escalonadas, as lojas poderão trabalhar com delivery e hora marcada. Nós acreditamos que com isso vamos diminuir o número de passageiros nos terminais e no transporte coletivo e ter maior controle e monitoramento da doença”, enfatiza.

Saiba mais em: https://bit.ly/32O3y0p

Confira o trecho do Diário Oficial:

Foto: PMPG