Quarta-feira, 22 de Maio de 2024

Eleições 2022: Pré-candidato a deputado federal, Pier Petruzziello defende a inclusão de pessoas com deficiências

2022-08-11 às 17:30
Pier Petruzziello (Foto: Eduardo Vaz)

Em entrevista ao programa Manhã Total, apresentado por João Barbiero e Eduardo Vaz, na Rádio Lagoa Dourada FM (105,9 para Ponta Grossa e região e 90,9 para Telêmaco Borba), nesta quinta-feira (11), o vereador de Curitiba e pré-candidato a deputado federal, Pier Petruzziello (PP) falou sobre os projetos para a carreira política.

Pier está no terceiro mandato como vereador e lidera a base do governo do prefeito Greca. Segundo ele, a sua principal pauta é a inclusão social de pessoas com deficiências. “Minha convicção é: essa pauta é importante, é o que eu sei fazer, o que eu gosto de fazer, para pessoas que não tem voz”, diz. Por outro lado, ele reflete que é necessário trabalhar de forma real. “Usar uma causa dessa para voto e politicagem é muito pesado, tem que trabalhar pela inclusão, tem que saber o acesso, valorizar o adulto e o idoso com deficiência. Uma criança com autismo vai chegar nos 50, 60 anos de que jeito? E quando os pais dessa criança ‘forem embora’?”, reflete.

Entre as ações realizadas pelo político está a implementação do diagnóstico precoce do autismo no sistema de saúde de Curitiba, o que proporciona maior agilidade no tratamento. “Essa criança chega em uma unidade básica de saúde, faz uma triagem com mais de 20 perguntas. Ali o médico avalia os sinais e encaminha para o neuro, se ele tiver uma suspeita de que está dentro do espectro e aí nós encaminhados da UBS para o neuro e depois para o tratamento”, explica.

Pier ainda avalia que a integração entre prefeitos, governadores e deputados federais é fundamental para implementar políticas públicas eficientes para toda a população.

Saúde

O pré-candidato defende que o Sistema Único de Saúde funciona bem, desde que seja bem controlado e fiscalizado, como é o caso das UPAs terceirizadas que operam em Curitiba. “Quem controla e fiscaliza é o município, o grande ganho é porque não falta médico, porque o médico é de uma empresa e isso funciona muito bem porque as pessoas não querem saber se a upa é terceirizada, se quem controla é a prefeitura, ela quer que o sistema de saúde funcione, quer ser atendida rápido”, pontua.

Outro exemplo na área da Saúde é o ‘SUS curitibano’, que funciona como em todas as grandes cidades, onde a gestão é plena e feita prioritariamente pelo município, ou seja, a cidade não depende dos recursos do Estado e nem do governo federal.

Saiba mais sobre a carreira política de Pier Petruzziello: @pier_p

Confira a entrevista na íntegra: