Segunda-feira, 27 de Maio de 2024

Rangel não descarta possibilidade de lockdown em Ponta Grossa

2020-04-27 às 11:39

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa terá tolerância zero contra aglomerações. A afirmação foi feita pelo Prefeito Marcelo Rangel que não descarta a possibilidade de um ‘lockdown’ na cidade. O termo é usado para se referir à paralisação total das atividades comerciais e à proibição do deslocamento de pessoas. 

“Se o comércio tiver aglomerações, fizer liquidações para atrair um grande número de clientes para as lojas e permitir que as pessoas se reúnam à vontade, nós vamos ter que tomar medidas mais duras”, adianta. 

O fechamento do comércio novamente é uma das medidas previstas por Rangel caso a Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG), ganhe na justiça a ação que está movendo contra a Prefeitura Municipal para impedir que sejam punidas as empresas que permitirem aglomerações em seu interior.

De acordo com o Decreto Municipal 17.255, do dia 17 de abril, os estabelecimentos comerciais onde houver aglomeração de pessoas poderão ser fechados por sete dias como medida de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus.

Os detalhes da ação você confere na reportagem D’Ponta News clicando aqui.

Equilíbrio entre economia e prevenção

“Nem eu e nem ninguém da administração pública vai deixar os nossos médicos em situação de risco e expor a nossa população em perigo de contágio pelo novo coronavírus”, justifica. 

Rangel defende que o retorno das atividades comerciais deve ser gradual e planejado. “Diferente de muitos municípios do Brasil, nós estamos avançando no setor econômico. Nós queremos avançar ainda mais e oferecer condições para abrir o comércio, mas primeiro a saúde. Colocar em risco a vida das pessoas? Não, de jeito nenhum”, enfatiza.