Sexta-feira, 24 de Maio de 2024

“Se me derem o melhor ensino do Brasil eu garanto o melhor salário do país”, promete Requião aos professores do Estado

2022-08-26 às 08:38
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Durante entrevista concedida ao portal D’Ponta News em parceria com a Rede T de rádios, na manhã desta sexta-feira (26), Roberto Requião (PT), candidato a Governador do Paraná, revelou algumas propostas do seu plano de governo.

Ele afirma que “a prática é o critério da verdade” e que pretende utilizar a sua experiência de três mandatos à frente do Palácio do Iguaçu para consertar os erros do Estado. “Não existe nada mais nobre do que a política, porque você abre mão de tudo para ajudar os outros, é um funcionário do interesse público. É por isso que estou nesta campanha agora. Eu sou um cidadão que está impressionado com a tragédia que o Paraná está sofrendo na mão dessa gente”, diz.

Requião ainda complementa que deseja ‘transformação’ para o Paraná. “Os três governos meus foram assim, foram fantásticos. Como seriam os próximos? Os próximos terão a referência da seriedade com o que eu fiz mas eu vou acrescentar a minha experiência, vai ser 10 vezes melhor. Com exemplo do que eu fiz no passado, vou fazer mais e melhor”, conclui.

Educação

O candidato relembra que, no passado, criou a formação continuada dos professores, alterou a estrutura salarial e corrigiu os salários. Agora, ele pretende reforçar seu compromisso com a Educação e fazer um ‘pacto’ com estes profissionais. “Se me derem o melhor ensino do Brasil eu garanto o melhor salário do país”, promete.

Para corrigir o salário dos professores, que estaria em defasagem há oito anos, segundo Requião, o candidato diz que planeja fazer uma revisão completa das empresas que são isentas do pagamento de imposto no Estado e que, ao todo, deixam de contribuir com R$ 17 bilhões aos cofres públicos. “Sabe quanto custaria resolver o problema, não dos professores, mas dos professores, da Saúde, da Polícia Militar, do conjunto do funcionalismo? R$ 4 bilhões e meio. Estamos dando R$ 17 bilhões de presente para grandes empresas”, pontua.

Agronegócio

“O Agro tem que ser um exemplo para o Brasil e para o mundo”, declara o candidato a governador. Para Requião, o Paraná possui uma produtividade “igual ou superior à Norte Americana”. “Mas estamos plantando dólar, plantamos soja e milho para engordar o gado da China, da União Europeia, dos Estados Unidos. Não é mal isso porque o dinheiro em dólar que entra nos permite comercializar com o resto do mundo, mas estamos sem arroz e feijão para a mesa do povo, estamos comprando arroz e feijão da China”, diz.

A exemplo das gestões anteriores, quando criou o ‘Trator Solidário’ e baixou a tarifa da energia elétrica, Roberto Requião diz que agora planeja estimular a pequena agricultura diversificada e “fazer 10 vezes mais do que isso”.

Segurança Pública

Para Requião, a Segurança Pública que hoje ele considera repressiva, precisa ser preventiva. “Tem que ter um contato direto não é com o deputado, nem com o sujeito mais rico do município ou do Estado. Tem que ter um contato direto com a população”, argumenta.

Ele pontua que também irá corrigir as cargas horárias que os policias cumprem, assim como os salários. “Eu viabilizei a possibilidade de um soldado que resolvesse fazer uma faculdade, de vir a ser coronel sem passar pela escola militar. Eu fiz misérias com a Polícia Militar. A Polícia MIlitar tem que ser preventiva, a Polícia Civil investigativa. A polícia repressiva é a polícia criminosa do estado liberal violento, selvagem, para reprimir o povo e tirar os direitos da população. Tem que acabar isso”, defende.

Secretarias

Entre as mudanças de almeja realizar no âmbito das secretarias estaduais, está a recriação da Secretaria de Cultura e a criação da Secretaria de Ouvidoria da Mulher. “Essa secretaria da mulher é uma ouvidoria interna, inclusive para policiar o governo nos direitos das mulheres internamente. Não adianta criar uma secretaria da mulher que não seja uma ouvidoria e depois fazer que as outras todas sejam preenchidas por machões que não respeitam as mulheres, vira uma bagunça”, explica.

Confira a entrevista completa: 

Vídeo: Entrevista com o candidato ao governo Roberto Requião

VEJA TAMBÉM

“Eu não sou candidato contra o Ratinho, porque ele não é governador do Estado, não há Governo no Paraná”, declara Requião